O Jogo ao Vivo

Santa Clara

João Henriques: "Vamos apresentar uma equipa forte para contrariar o favoritismo do Benfica"

João Henriques: "Vamos apresentar uma equipa forte para contrariar o favoritismo do Benfica"

O treinador do Santa Clara, João Henriques, quer apresentar uma equipa "forte e competitiva", com o objetivo de contrariar o "favoritismo" do Benfica, sábado, pelas 18 horas, no estádio de São Miguel, nos Açores, em jogo da 11.ª jornada da Liga.

"Sabemos exatamente o que temos pela frente. Vamos, com as nossas armas, com a nossa estratégia, com aquilo que também conhecemos do Benfica, apresentar no sábado uma equipa forte, competitiva, para que consigamos contrariar o favoritismo do Benfica", afirmou João Henriques, esta sexta-feira, na antevisão da partida.

O treinador dos açorianos destacou que o adversário é uma "equipa forte" no jogo exterior e interior, apontando que as "dinâmicas coletivas" do Benfica são "todas muito difíceis de contrariar". "Sabemos que o Benfica, tanto no jogo exterior como interior, é uma equipa forte, que tenta colocar a bola entre linhas com muita qualidade. No último terço, consegue fazer com que a equipa adversária fique mais longa, descobre espaços por dentro e por fora e na profundidade. É muito espaço para conseguimos contrariar", avançou.

Sabendo as dificuldades que irá enfrentar, o técnico, de 47 anos, espera que o Santa Clara "se supere" e "consiga impor o seu jogo".

"Estas equipas são sempre difíceis de contrariar quando estão num dia muito bom. Esperemos que o Benfica não esteja e esperemos que o Santa Clara se supere para ultrapassar as dificuldades e consiga impor o seu jogo. Porque nós também somos uma equipa que consegue criar muitas oportunidades, principalmente aqui, no estádio de São Miguel", afirmou.

O facto de o Benfica ter jogado na passada terça-feira com o Lyon (derrota por 3-1), para a Liga dos Campeões, não irá ter influência na partida do próximo sábado, uma vez que os jogadores do Santa Clara também estão "cansadíssimos", segundo João Henriques.

"Nós também estamos cansadíssimos, estamos em pé de igualdade, praticamente. Se, normalmente, isso é uma questão que se coloca às equipas que estão na Liga Europa e dos Campeões, neste caso o Santa Clara passou por essa situação idêntica. Dentro do nosso próprio pais fizemos muitos quilómetros, muitas viagens, treinámos pouco, mas estamos prontos", afirmou.

Outros Artigos Recomendados