Boavista

João Pedro Sousa: "Entrámos assustados e pouco competitivos"

João Pedro Sousa: "Entrámos assustados e pouco competitivos"

O treinador do Boavista admitiu que a equipa axadrezada não entrou bem no jogo diante do F. C. Porto e precisa de "muito trabalho".

"Não era novidade que o F. C. Porto entra sempre muito forte nos jogos, mas nós ajudamos a que isso acontecesse. Entrámos assustados e pouco competitivos. E isto é a base de tudo. Quem anda nisto, se falhar isto, fica muito longe de vencer, principalmente frente a uma equipa como o F. C. Porto. Conseguimos sem merecer o 1-1, podíamos ter feito o 2-1, mas acabámos por sofrer e fomos para o intervalo a perder justamente. Depois, sofremos o 3-1 e ficou mais difícil recuperar. Penso que a segunda parte foi mais equilibrada. Tentámos de todas as formas entrar na disputa do jogo, mas não conseguimos, e o resultado acabou por ser justo, o F. C. Porto foi melhor", começou por dizer João Pedro Sousa, sublinhando que não está tranquilo com os resultados do Boavista, que não vence para o campeonato há sete jogos.

"Nos primeiros 20 minutos, o F. C. Porto nem precisou de nos empurrar para a nossa área, nós é que ficámos em cima da nossa área. Sete jogos sem ganhar? Não, nada tranquilo por serem duas derrotas com Benfica e F. C. Porto, mantenho a minha preocupação. Temos noção das nossas dificuldades, precisamos de muito trabalho", concluiu.

O F. C. Porto venceu (4-1), este sábado, no Estádio do Dragão, o Boavista na décima jornada da Liga. Evanílson bisou e foi o destaque do jogo. Luis Díaz e Hamache e Loader, que se estreou pela equipa principal, também marcaram. Com este resultado, o clube azul e branco, que vai em 38 jogos sem perder no campeonato (29 vitórias e nove empates), passou para a liderança do campeonato a somar 26 pontos, contra 24 do Benfica e 23 do Sporting, que ainda jogam este sábado.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG