Basquetebol

Jogador do Sporting faz gesto obsceno para adeptos do F. C. Porto

Jogador do Sporting faz gesto obsceno para adeptos do F. C. Porto

António Monteiro, jogador do Sporting, foi expulso, esta terça-feira, no terceiro período do jogo com o F. C. Porto, no Dragão Arena, e acabou por fazer gestos obscenos em direção à bancada onde estavam adeptos da equipa azul e branca.

O episódio aconteceu no decorrer do terceiro período do segundo jogo a contar para as meias-finais do play-off, na sequência de faltas desqualificantes que tiraram do jogo também, Rashard Odomes e João Fernandes. António Monteiro recebeu ordem de expulsão e, quando se dirigia para os balneários, acabou por fazer gestos obscenos em direção à bancada onde estavam adeptos do F. C. Porto.

Os dragões voltaram a vencer (74-71) o Sporting, no segundo jogo do play-off de apuramento de campeão, e podem decidir passagem à final na próxima quinta-feira, no embate que se vai disputar no Pavilhão João Rocha.

Francisco J. Marques reage: "Uma marca da presidência de Varandas"

O diretor de comunicação do F. C. Porto reagiu ao incidente do clássico no Dragão Arena e culpabilizou o presidente dos leões, Frederico Varandas.

"Este tipo de acontecimentos tem acontecido pelos pavilhões e relvados do país, não só nos jogos do Sporting contra o F. C. Porto. Acontece desde que Frederico Varandas é presidente do Sporting, é uma marca da presidência dele e ele é o responsável por isto", começou por dizer em declarações ao Porto Canal no programa "Universo Porto da Bancada", fazendo uma comparação com o Benfica.

PUB

"Frequento a garagem do Dragão há uns anos, desde quando o nosso grande rival por tradição era o Benfica. Houve momentos de grande tensão, mas nunca situações como no F. C. Porto-Sporting para a Liga. E todos nos lembramos onde tudo começou, quando um senhor malcriado foi à sala de imprensa insultar o F. C. Porto e o presidente. E, pior, mentiu. Quando era com o Benfica as pessoas não se falavam, mas sabiam comportar-se. Os dirigentes do Sporting não se sabem comportar e isso tem sido regra em várias modalidades. Agora quero ver que consequências haverá para estes gestos", afirmou.

Treinador do Sporting fala em "circo montado"

Depois do apito final, Luís Magalhães, treinador do clube de Alvalade, deixou críticas ao F. C. Porto, acusando-o de "brincar com o basquetebol".

"É um jogo que se estava a prever. Montam este circo todo... Desde o princípio da época que o F. C. Porto andou a brincar com o basquetebol. A Federação não teve coragem e deixou que isto se arrastasse. Enxovalharam os árbitros todos e o basquetebol e depois é isto que acontece. O treinador do Benfica também já tinha avisado que isto podia acontecer e é o que se vê. Qualquer decisão do árbitro é contestada por tudo e por todos e depois não têm coragem para marcar as faltas que devem marcar e os maus comportamentos. Deixam isto chegar a um estado que não tem nada a ver com o basquetebol normal. Isto não era o basquetebol português. Nos jogos europeus, com árbitros estrangeiros sem esta pressão toda, não havia nada disto. Estragaram o basquetebol", afirmou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG