Espanha

Jogadores do Eibar pedem desculpa por aparecerem em vídeo sexual

Jogadores do Eibar pedem desculpa por aparecerem em vídeo sexual

Sergi Enrich (26 anos) e Antonio Luna (25), futebolistas do Eibar, da Liga espanhola, pediram desculpas públicas por terem aparecido num vídeo de cariz sexual com uma jovem, que foi divulgado nas redes sociais.

"Lamentamos profundamente que por uma indiscrição, pela qual não somos responsáveis, tenha sido divulgado [o vídeo] sem o nosso conhecimento, nem a nossa autorização", escreve na sua conta pessoal do Twitter, Sergi Enrich, avançado do Eibar, uma das equipas sensação esta época em "La Liga", onde ocupa a oitava posição e ainda na última jornada foi a Madrid impor uma igualdade (1-1) à equipa de Cristiano Ronaldo.

"A divulgação do vídeo pode causar danos à nossa imagem mas sobretudo à imagem do clube. A gravação foi realizada entre pessoas adultas, com pleno consentimento de todos, e no âmbito da liberdade da qual todos usufruímos", escreve o avançado do Eibar.

Na mesma publicação, os dois futebolistas dizem estar conscientes "de que os futebolistas profissionais devem dar o exemplo em todas as áreas, especialmente às crianças". "Por isso, peço desculpa se este incidente pode ferir alguém", adianta Sergi Enrich.

Os dois futebolistas pedem ainda desculpa pelos "eventuais danos" que a situação possa ter causado à terceira pessoa que aparece no vídeo.

Este é mais um escândalo sexual a incendiar a Liga espanhola, que, na últimas horas tem causado furor nas redes sociais, com comentários irónicos dos internautas. "Sergi Enrich e António Luna estavam só a tentar explicar à rapariga o que é um fora de jogo", ou "Sabes que o País Basco está mal quando dois jogadores têm de partilhar uma rapariga", são alguns dos comentários jocosos, que ilustram o efeito que a divulgação do vídeo teve no país vizinho.

Já este ano, em junho, a poucos dias da estreia da seleção espanhola no Euro 2106, que Portugal venceu, David de Gea, guarda-redes do Manchester United, e Iker Muniain, avançado do Athletic Bilbao, foram associados a um caso de prostituição e abuso sexual.