Exclusivo

"Jogo inesquecível para Gonçalo Ramos e todos os portugueses"

"Jogo inesquecível para Gonçalo Ramos e todos os portugueses"

A ausência de Cristiano Ronaldo do onze luso foi uma surpresa, mas Gonçalo Ramos aproveitou a oportunidade. E de que maneira. A mudança tática da Suíça, que jogou de forma mais defensiva, foi muito bem explorada pela seleção portuguesa. A segunda parte foi de sonho para as quinas.

1. Surpresas nos dois onzes

A Suíça também mudou, do habitual 4x3x3 para o 3x5x2. Gonçalo Ramos aproveitou a titularidade, fez golo na primeira ocasião e acrescentou dinâmica ao ataque. A Suíça foi obrigada a jogar com tração atrás e poucas foram as vezes em que os laterais obrigaram Bruno Fernandes ou Félix a trabalhos defensivos. Portugal soube reagir muito bem à alteração tática do adversário. O outro eventual problema que a Suíça poderia causar seria jogar com dois avançados, pela velocidade e mobilidade de Embolo, bem anulada por Rúben Dias e Pepe, que ainda marcou o 2-0.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG