O Jogo ao Vivo

Futsal

Jorge Braz e quatro campeões do Mundo homenageados pela A. F. Porto

Jorge Braz e quatro campeões do Mundo homenageados pela A. F. Porto

O selecionador nacional de futsal, Jorge Braz, bem como quatro atletas campeões do Mundo por Portugal (Ricardinho, Tiago Brito, Vítor Hugo e Miguel Ângelo) foram homenageados na sede da A. F. Porto pela conquista do Mundial, em 2021.

A particularidade que levou a Associação de Futebol do Porto a prestar esta homenagem a este conjunto específico de atletas justifica-se com o facto de todos eles terem dado os primeiros passos na carreira em clubes filiados do organismo que tutela o futebol portuense.

Tiago Brito e Vitor Hugo marcaram presença na cerimónia, que também contou com Jorge Braz, mas pela via telemática. Ricardinho e Miguel Ângelo não puderam comparecer por motivos profissionais.

Aquando da receção da distinção, o selecionador nacional fez questão de frisar a gratidão sentida por ser alvo desta homenagem e revelou que se meteu numa situação complicada. "Agora estou tramado porque vou ter de ganhar sempre. Está na altura de Portugal elevar a autoestima porque temos muita qualidade. Há que destacar ainda o trabalho de base feito pelos clubes e associações, porque são fundamentais para estes sucessos", afirmou Braz.

O guarda-redes Vítor Hugo confessou que ainda não acredita no feito conquistado no início do mês, na Lituânia, e mostrou disponibilidade para representar a Seleção enquanto os responsáveis da Seleção acharem que acrescenta algo ao grupo. "Todo o atleta sonha com títulos, mas quando comecei só queria jogar e ser feliz a fazer o que gosto. Estou lisonjeado pela carreira que fiz. Ainda estou a processar o que sentimos quando a buzina tocou e nos sagrou campeões mundiais. Ainda hoje não sei exprimir por palavras os meus sentimentos em relação a isso", afirmou o guardião.

Tiago Brito confessou que fez parte de um grupo que conseguiu um "feito histórico" cuja grandeza ainda não é fácil de medir e que sente uma gratidão enorme por tudo o que está a acontecer neste momento. "Tem sido feito um grande trabalho de base nas camadas jovens e isso tem diminuído a competitividade ao nível distrital, mas aumentou imenso a competitividade ao nível nacional. Por isso espero que, no próximo feito, em vez de quatro sejam mais os atletas portuenses a ser homenageados", disse.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG