Futsal

Jorge Braz: "Estava a dar-me uma satisfação brutal ver o jogo"

Jorge Braz: "Estava a dar-me uma satisfação brutal ver o jogo"

O selecionador nacional afirmou que teve uma "satisfação brutal" a ver a segunda parte do duelo com a Espanha, que Portugal venceu (3-2), mas agora já está com o foco apontado à final com a Rússia.

"Estive calado a segunda parte, foi uma satisfação enorme ver o jogo, mesmo sem ter a certeza que iríamos virar. Podíamos não ter virado. A Espanha é uma grande seleção, mas estava a dar-me uma satisfação brutal ver o jogo, mesmo antes de termos marcado. Senti a alma deles e o acreditar no que preparamos", afirmou Jorge Braz.

O treinador deixou ainda uma palvra de agradecimento aos portugueses presentes na Ziggo Domme, em Amsterdão. "Fomos fazendo, ao longo dos últimos anos, com que os portugueses se orgulhem com o trabalho que temos feito. Ter esta resposta e apoio constante, que sabíamos que iria acontecer aqui, mesmo com limitação de público... Não há palavras para agradecer às pessoas que estiveram aqui. Sentimos a alma cheia com tanta gente a puxar por nós. É uma obrigação fazer sentir bem os portugueses".

Agora é hora de descansar e começar a preparação para o jogo decisivo contra os russos, no domingo (16:30 horas). "Temos de baixar a adrenalina agora, temos só um dia para recuperar, preparar e analisar a final. É o que há, vamo-nos organizar, os jogadores vão recuperar e vamos preparar a final. Serão 40 minutos fortíssimos contra uma seleção que subiu o nível. A Rússia está num nível fantástico", assumiu o selecionador.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG