Benfica

Jorge Jesus: " A Liga dos Campeões tem prioridade"

Jorge Jesus: " A Liga dos Campeões tem prioridade"

Com três jogos em sete dias, Jorge Jesus admitiu, na antevisão à partida com o Moreirense, que a prioridade para o Benfica é a Liga dos Campeões, não só pela vertente desportiva, mas também pelo importante papel para as finanças do clube.

"A Champions é fundamental não só desportivamente, mas também financeiramente e não temos muito tempo. Ou conseguimos ou não conseguimos. No campeonato não é assim e temos trinta e tal jornadas. Estamos a dar prioridade aos jogos da Champions e para que a equipa faça um segundo jogo com a capacidade física que demonstrou em Moscovo. Hoje vou trabalhar com os jogadores e ver as indicações que vão passar. O meu foco está na Champions", realçou o técnico em conferência de imprensa.

A primeira mão com o Spartak de Moscovo foi disputada no dia 4, o jogo com o Moreirense realiza-se amanhã (dia 7) e a segunda mão está agendada para dia 10 e, por isso, o técnico das águias lamentou a falta de tempo para preparar, convenientemente, o embate contra a equipa de Moreira de Cónegos.

"Não preparei nada. Chegámos ontem de Moscovo e hoje à tarde temos o primeiro treino. A vantagem é que já nos conhecemos bem. Teria sido ideal não ter este jogo a meio da Champions. Acontece e estamos preparados para isso. Temos mais do que dois jogadores por posição, que permite mudar jogo a jogo e se calhar vamos fazer isso amanhã", afirmou JJ.

João Henriques, técnico do Moreirense, antecipa um jogo do "gato e do rato, sempre de uma forma muito competitiva", demonstrando contentamento pelo regresso do público aos estádios. "Estamos felizes pelo regresso dos adeptos. É bom poder começar em casa por podermos contar com os nossos adeptos. Vai ser um campeonato diferente por podermos contar com a presença do público. O regresso dos adeptos vai alterar algumas coisas, será uma nova experiência. Esperamos que nós e os adeptos, juntos, consigamos ultrapassar o Benfica", afirmou Henriques.

Além de esperar um embate bastante complicado o treinador da equipa nortenha tem uma estratégia clara para a partida. "Temos uma filosofia que gosto de impor, que é ir para o jogo a pensar em atacar. Quando tivermos bola, vamos atacar a baliza, quando não tivermos vamos atacar a bola. Não vamos defender nada, não é essa a nossa forma de estar", completou.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG