Futebol

Jorge Jesus: "Agora é o Benfica que tem de ganhar para manter o segundo lugar"

Jorge Jesus: "Agora é o Benfica que tem de ganhar para manter o segundo lugar"

No final do encontro com o Portimonense, que o Sporting venceu por 1-2, Jorge Jesus considerou que foi um jogo difícil.

"Já sabíamos que ia ser um jogo difícil. O Portimonense é uma equipa com qualidade. Entrámos bem no jogo, até aos 35 minutos tivemos mais possibilidades e o Portimonense sem capacidade ofensiva, mas o Vítor Oliveira fez uma alteração tática com o Nakajima e o Battaglia não percebeu nada. Eu bem gritava, mas ele não entendia e começámos a perder capacidade de parar a saída de jogo do Portimonense. Acabaram por fazer o empate praticamente na única vez que foram à nossa baliza, com algumas falhas do Petrovic que são normais porque não é central", começou por analisar.

Jorge Jesus salientou ainda que a equipa não apresentou qualquer cansaço físico, reforçando que os leões lutaram até ao fim, chegando ao golo da vitória em cima do minuto 90.

"Uma equipa que marca aos 90 minutos tem cansaço físico? Não conseguimos ser a equipa da primeira meia hora, houve muitas jogadas táticas do banco do Portimonense e do Sporting, alterei completamente as referências da equipa do Portimonense e acabamos por fazer um golo fora da área. Já tínhamos anulado o Portimonense e até podiam ter aguentado o 1-1, mas o Bruno acabou por fazer o golo. Foi muito importante, apesar de não ter estado ao nível dele", afirmou.

Quando questionado se o deslize do Benfica frente ao Tondela seria importante para as contas do segundo lugar, ainda mais em vésperas de dérbi, o treinador dos leões foi categórico: "Só tem uma importância. Antes era preciso uma vitória do Sporting para poder igualar o Benfica, agora é o inverso. É só isto, mais nada. Ambas as equipas teriam de ganhar, agora é o Benfica que tem de ganhar para manter o segundo lugar".