Desporto

Jorge Jesus diz que se o árbitro não assinalou fora-de-jogo "foi porque não quis"

Jorge Jesus diz que se o árbitro não assinalou fora-de-jogo "foi porque não quis"

Jorge Jesus foi, esta sexta-feira, muito crítico em relação à arbitragem de Pedro Proença no Benfica-F.C. Porto. O treinador do Benfica destacou uma falta sobre Witsel, que depois deu origem a golo, e o fora-de-jogo no golo de Maicon, em que Jesus afirma que não foi marcado porque o assistente de Proença "não quis".

"O Benfica saiu com uma derrota que não merecia. Houve fatores do jogo alheios ao que a equipa fez. O FC Porto faz o 2-2 num lance que começa numa falta sobre o Witsel. Depois houve a expulsão que nos condicionou. No terceiro golo do FC Porto, o Maicon estava fora de jogo. Eu no banco vi logo. Se o árbitro assistente não assinalou, não foi porque não viu, foi porque não quis", acusou o treinador dos encarnados.

Sobre as declarações de Luís Filipe Vieira sobre Pedro Proença, Jesus corroborou o que disse o presidente do Benfica, afirmando que também não quer "que ele apite jogos do Benfica".

"No lance do fora de jogo o assistente não viu porque não quis. Se fosse num lance de bola corrida, daria o benefício da dúvida. Este é de bola parada", acrescentou o técnico.

Outras Notícias