O Jogo ao Vivo

Futebol

Jorge Jesus: "O Benfica não precisa de estar muito tempo a atacar para fazer golo"

Jorge Jesus: "O Benfica não precisa de estar muito tempo a atacar para fazer golo"

No rescaldo do triunfo (3-1) diante do Boavista, o treinador do Benfica mostrou-se satisfeito com a exibição das águias, mas salientou que a equipa encarnada devia ter tido mais bola.

"Era uma vitória importante por vários motivos. Por ser ao sexto jogo com o Boavista, como no ano passado. Fizemos os primeiros 45 minutos melhores do que os últimos 45. Gostei da equipa, com mais personalidade e muita qualidade do jogo. O golo que sofremos é mérito do Boavista, mas depois fizemos o 3-1. O jogo ficou mais fácil, mas não tivemos tanta bola como devíamos ter. A ganhar por 3-1, já não se precisa jogar no risco. O Benfica deixou o Boavista ter um pouco de bola quando não devia ser assim", começou por dizer Jorge Jesus.

Para o técnico, os seis triunfos em outros tantos jogos na Liga são "bons sinais" e deixou um agradecimento aos adeptos pelo apoio.

"Somos uma equipa que em qualquer momento faz golo. O Benfica não precisa de estar muito tempo a atacar para fazer golo. O único caso que fugiu a esta regra foi o jogo em Kiev. O Benfica, com o Darwin e o Rafa, que são muito rápidos, a qualquer momento destabiliza a linha do adversário e acaba por fazer golo. Foi o que aconteceu. Todas as equipas quando sofrem golos baixam um bocadinho a confiança, é normal. Já não estávamos habituados a jogar com adeptos, mas agora que voltaram a aparecer, são adeptos diferentes, empurram a equipa para o objetivo, que é o golo. Espero que continuem assim. Os adeptos que dão uma confiança muito forte à equipa", concluiu.

O Benfica venceu (3-1), esta segunda-feira, o Boavista, no Estádio da Luz, em jogo da sexta jornada da Liga. Darwin, que marcou duas vezes, Sauer e Weigl marcaram os golos do jogo.

Com este resultado, o Benfica, que conquistou o sexto triunfo em outros tantos jogos na Liga, cimentou a liderança da competição, com 18 pontos, mais quatro do que os rivais F. C. Porto e Sporting, campeão em título, enquanto o Boavista, sem vencer há três rondas, totaliza oito pontos.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG