Futebol

Jorge Jesus: "Temos de deixar de premiar o árbitro em fim de carreira"

Jorge Jesus: "Temos de deixar de premiar o árbitro em fim de carreira"

No rescaldo da derrota diante do Braga, o treinador do Benfica deixou críticas à arbitragem e salientou que Helton foi mal expulso.

"Nem eu nem ninguém do Benfica queria terminar a época assim. Era a possibilidade de discutir um título. Não conseguimos discutir tanto o título como éramos capazes. O lance do Helton é um lance em que o árbitro podia não ter analisado muito bem, mas há VAR. Eu já vi o lance em vários ângulos e ele não toca no Abel Ruiz. O árbitro podia não ver, agora, o VAR tinha obrigação de ver. Não há ali nada, não toca no pé dele. Nada", começou por dizer Jorge Jesus, criticando ainda a escolha de Nuno Almeida para arbitrar o encontro.

"Uma final da Taça de Portugal é importante para a calendarização e para o historial de qualquer equipa. Todos os anos, a escolha dos árbitros para a final da Taça é o árbitro que vai acabar a carreira ou que pode ser o último jogo. Isto tem de acabar. Temos de deixar de premiar o árbitro em fim de carreira. Vamos dar um prémio ao árbitro que vai acabar a carreira? O que eu tinha escolhido era um árbitro que tem ainda muitos anos e não o árbitro que vai, ou não, acabar a carreira", acrescentou, garantindo que continua no Benfica.

"Tive de pensar bem o que fazer para poder ainda segurar a equipa taticamente com menos um. Optei por tirar o Pizzi. Estivemos dez minutos desequilibrados defensivamente depois da expulsão. Depois, fiz uma mudança tática na primeira linha defensiva com o Everton e com o Seferovic e, a partir daí, a equipa ficou mais equilibrada e segura. É a equipa que tem uma oportunidade pelo Julien a acabar a primeira parte. Depois, acabámos por sofrer o golo. Se continuo no Benfica? Tenho mais um ano de contrato e não estou habituado a sair dos clubes a perder", concluiu.

O Braga venceu (2-0), este domingo, o Benfica em Coimbra e conquistou a Taça de Portugal pela terceira vez, com golos de Lucas Piazón e Ricardo Horta. Helton, Taarabt e Piazón foram expulsos, num jogo marcado por confusão perto do final.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG