Futebol

José Peseiro sobre Ronaldo: "Defendemos muito pouco o que é nosso"

José Peseiro sobre Ronaldo: "Defendemos muito pouco o que é nosso"

Em antevisão ao encontro de domingo, em Portimão, frente ao Portimonense, José Peseiro garantiu que a equipa não vai entrar em campo a pensar no clássico entre o Benfica e o F. C. Porto e abordou a acusação de que Cristiano Ronaldo é alvo.

Poucos dias depois da vitória frente ao Vorskla Poltava, na Ucrânia, a contar para a Liga Europa, os leões voltam a entrar em campo já neste domingo, frente ao Portimonense. O treinador do Sporting assumiu a fadiga do plantel mas desvalorizou a questão, prometendo uma equipa totalmente "focada".

"Este jogo está projetado há muito tempo. Sabíamos que era domingo, após o jogo da Liga Europa e de uma viagem longa. É mais fácil recuperar quando se vence. A fadiga mental é mais determinante, vencer nos últimos minutos só acrescenta capacidade para recuperar. Todos queremos vencer, estivemos a fazer recuperação, não há tempo nem condições para trabalhar estratégia no campo, no relvado e com os jogadores. Não vale a pena mudar o contexto. É este e temos de estar preparados para vencer um jogo muito importante para nós. Queremos vencer para nos mantermos nos lugares onde estamos. É o que temos como objetivo", começou por dizer o técnico.

Num fim de semana em que se joga o clássico na Luz, José Peseiro garantiu que a equipa não vai pensar no jogo entre as águias e os dragões, mas sim em vencer o Portimonense.

"Ninguém entra para o jogo a pensar nisso. Eu não vou e os jogadores também não. Vencer é determinante seja qual for o resultado dos adversários. A única conta que temos na nossa cabeça são os três pontos que queremos trazer para Lisboa. É um jogo importante para colocarmos a nossa capacidade. Podemos sentir alguma fadiga, desconforto. Todos temos de ter capacidade de superação muito grande. O Portimonense teve tempo de preparar jogo e tem jogadores de grande qualidade. Não podemos entrar com uma postura de esperar que as coisas se vão resolver, só porque somos o Sporting. Temos de dar o nosso melhor. Estamos motivados e bem focados", disse.

Relativamente a Cristiano Ronaldo, recentemente acusado de violação, José Peseiro deixou algumas farpas aos portugueses, acusando-os de "não defender o que é deles".

"Não vou comentar nada sobre isso. Acho que a especulação feita no nosso país é horrível. Defendemos muito pouco o que é nosso. Somos um país com tanta qualidade e coisa boa e, sempre que temos hipótese, martelamos alguém do nosso país, é inacreditável. Deixem isso para os outros, que têm ciúmes de nós. Parece que temos inveja e ciúmes. É horrível, dá-me uma dor. Como é possível termos inveja e ciúme do sucesso dos nossos jogadores e das outras pessoas que tão bem nos representam?", concluiu.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG