Última Hora

Julian Alaphilippe renova título de campeão do Mundo de ciclismo de fundo

Julian Alaphilippe renova título de campeão do Mundo de ciclismo de fundo

O francês Julian Alaphilippe renovou o título de campeão do Mundo de ciclismo de fundo, ao vencer a "maratona" de de 268,3 quilómetros, entre as cidades belgas de Antuérpia e Lovaina.

O francês escapou do grupo de favoritos na última subida e chegou à meta isolada, mantendo a camisola arco-íris, símbolo de campeão do Mundo, com 32 segundos de vantagem sobre um quarteto que discutiu os outros dois lugares do pódio: prata para Dylan van Baarle (Holanda) e Michael Valgren Hundal, da Dinamarca.

O francês, de 29 anos, atacou nos derradeiros 17 quilómetros dos 268,3 entre Antuérpia e Lovaina, e cruzou a meta com o tempo de 5:56.34 horas. Alaphilippe é o primeiro francês a conquistar dois títulos de campeão mundial de fundo na centenária história dos Mundiais de estrada.

O melhor dos cinco portugueses na prova foi Rui Oliveira, 39.º, cortando a meta em 6:03.01 horas, 6.27 minutos depois do vencedor. João Almeida foi 47.º, a 6.31 minutos de Alaphilippe, enquanto Nelson Oliveira foi 55.º, 6.40 minutos depois do campeão do Mundo. André Rodrigues e Rafael Reis (único representante do pelotão nacional) não terminaram a corrida.

Numa prova que "imitava" o melhor das clássicas da Flandres numa sucessão de circuitos, parecendo desenhada para uma vitória entre Bélgica e Países Baixos, os dois principais favoritos desiludiram: o holandês Mathieu van der Poel foi 8.º, a 1.18 minutos do vencedor, com o mesmo tempo do belga Wout van Aert, que foi 11.º.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG