Futebol

Julio Velázquez: "Não temos absolutamente nada a perder, mas sim muito para ganhar"

Julio Velázquez: "Não temos absolutamente nada a perder, mas sim muito para ganhar"

O treinador Julio Velázquez não acredita que o V. Setúbal encontre no sábado uma equipa do Benfica fragilizada, na partida da 24.ª jornada da Liga.

Na antevisão do encontro, o técnico espanhol recusou a ideia de um adversário fragilizado, depois de ter perdido a liderança do campeonato para o F. C. Porto na jornada passada. "Fragilizado? Pelo contrário. Acho que vamos encontrar uma equipa ainda mais difícil do que pode ser o Benfica em dinâmica normal. Porquê? Porque tem de ganhar. Não pode perder nenhum ponto no nosso estádio e isso converte o Benfica numa equipa ainda mais difícil", afirmou.

Julio Velázquez anota que o V. Setúbal, que em caso de triunfo atinge os 30 pontos na classificação, não tem nada a perder no embate com as águias.

"Às vezes temos jogos em que temos 5% por cento a perder e 95% a ganhar, sabemos que amanhã [sábado] temos 100% a ganhar. Não temos absolutamente nada a perder, mas sim muito para ganhar. A necessidade faz do Benfica um adversário ainda mais difícil do que é normalmente, sabendo isto e estando conscientes da realidade a 100%, preparámos muito bem o jogo", disse.

Apesar do favoritismo do Benfica, o timoneiro do conjunto setubalense assegura que a equipa vai fazer tudo para conquistar os três pontos.

"Fizemos uma grande semana de trabalho. Os jogadores ficam focados a 100% no jogo e sempre com a vontade de tentar que os nossos adeptos fiquem orgulhosos depois do jogo. Como sempre, vamos pôr dificuldades ao adversário, não para fazermos um ponto, mas com a vontade de ganhar o jogo, mesmo sabendo que o favorito é, a 100%, o Benfica. Temos também os nossos pontos fortes e vamos tentar fazer os possíveis para ganhar o jogo", salientou.

Questionado sobre se esta é uma boa altura para defrontar o Benfica, que venceu apenas um jogo nas últimas sete partidas, Julio Velázquez faz questão de salientar a qualidade do oponente.

"É uma boa altura, porque é sempre extraordinário e motivo de orgulho quando jogas contra uma boa equipa. É um jogo totalmente diferente, falamos de uma grandíssima equipa, com jogadores de muita qualidade. Não nos podemos esquecer da grande época que fizeram no campeonato passado nem a dinâmica que tinham até há muito pouco tempo. Falamos de uma grande equipa, que é muito bem treinada pelo staff e com jogadores de qualidade. Com muito pouco são capazes de ganhar-te um jogo", afirmou.

Após cumprirem um jogo de castigo, o defesa Artur Jorge e o avançado Berto voltam a ser opção para o treinador Julio Velázquez, que não pode contar com os lesionados João Meira e Alex Freitas e o castigado Éber Bessa.

O Vitória de Setúbal, que ocupa a 11.ª posição na Liga, com 27 pontos, e o Benfica, segundo, com 58, defrontam-se no sábado, às 18 horas, no Estádio do Bonfim, em Setúbal.

Outras Notícias