Futebol

Juventude Leonina fica sem luz e água e critica Frederico Varandas

Juventude Leonina fica sem luz e água e critica Frederico Varandas

A Juventude Leonina emitiu, esta terça-feira, um comunicado no qual acusa a Direção do Sporting, presidida por Frederico Varandas, de ter cortado a água e a luz na sede da claque.

"A Juventude Leonina foi ontem surpreendida com mais um ato de perseguição por parte da Direção do Sporting Clube de Portugal. Como a nossa equipa de futebol está a fazer um campeonato brilhante e como, claramente, a culpa disso é dos GOA, a primeira medida desta Direção, após o jogo em Barcelos, foi cortar a água e a luz à sede da Juventude Leonina", pode ler-se.

A Juventude Leonina queixa-se, ainda, do facto de vários adeptos não conseguirem entrar no Estádio de Barcelos, onde a equipa leonina defrontou o Gil Vicente.

"No domingo passado no Estádio de Barcelos, adeptos do Sporting Clube de Portugal viram vedada a sua entrada no recinto desportivo, sem qualquer aviso prévio e depois de mais de 300 kms percorridos a chegar a Barcelos, por exibirem camisolas, gorros, cachecóis e outros pequenos acessórios de apoio, em virtude de conterem inscrições referentes tanto à Juventude Leonina, como ao grupo Directivo Ultras XXI".

No domingo, o Sporting saiu derrotado por 3-1, diante do Gil Vicente, em jogo da 12.ª jornada da Liga, aumentando a distância para o líder Benfica em 13 pontos.