Futebol

Juventus empata com Sassuolo e Cristiano Ronaldo fica em branco seis jogos depois

Juventus empata com Sassuolo e Cristiano Ronaldo fica em branco seis jogos depois

A Juventus empatou (3-3), esta quarta-feira, em casa do Sassuolo, em jogo da 33.ª jornada da Liga italiana, que ainda assim lidera com sete pontos de vantagem, a cinco rondas do fim.

Num jogo em que a formação de Turim desperdiçou uma vantagem de dois golos conseguida até aos 12 minutos, o empate representa o terceiro jogo seguido sem vencer, e o segundo empate consecutivo.

Ronaldo, que marcava há seis jogos seguidos e já tem 28 golos no campeonato, ficou hoje em branco numa partida em que o bósnio Pjanic, que vai sair do clube para o Barcelona no final da época, fez duas assistências em 12 minutos: primeiro para o brasileiro ex-F. C. Porto Danilo, aos cinco, e depois para o argentino Higuaín, aos 12.

Ainda assim, a vantagem confortável só durou até aos 29, quando o sérvio ex-Benfica Djuricic reduziu, antes de o avançado Berardi entrar 'em ação': fez o 2-2 de livre direto aos 51 e, três minutos depois, assistiu Caputo para o 3-2.

Num canto, outro antigo lateral dos dragões, Alex Sandro, repôs a igualdade aos 64, mas a Juve ainda sofreu vários sustos até final, ficando agora com 77 pontos, mais sete do que a segunda classificada Atalanta.

Na capital, a Roma de Paulo Fonseca levou de vencida o Verona, com Miguel Veloso titular e em campo até aos 83, por 2-1, graças a um penálti do francês Veretout (10) e uma cabeçada certeira do bósnio Dzeko (45+1).

Apesar de 'sofrer', após o 2-1 marcado por Pessina, de calcanhar, aos 47, a formação romana somou mesmo os três pontos e reforçou o quinto lugar, com 57 pontos, enquanto o Verona segue 'tranquilo' em nono, com 47.

A Lazio, que antes da suspensão provocada pela pandemia de covid-19 era a mais próxima perseguidora dos campeões em título, confirmou o mau momento de forma após a retoma ao somar o quarto jogo seguido sem vencer, ao empatar sem golos no reduto da Udinese.

Frente à 15.ª classificada, a equipa 'laziale' não saiu do nulo e caiu para terceiro, face ao avanço da Atalanta, tendo apenas um ponto de vantagem para o Inter de Milão, que só joga na quinta-feira, frente à lanterna-vermelha Spal, podendo 'roubar' o pódio à equipa da capital.

Antes, Rafael Leão foi titular no AC Milan, mas saiu aos 61 minutos, na vitória caseira por 3-1 com o Parma, capitaneado por Bruno Alves (saiu ao intervalo), numa partida em que a figura foi o turco Çalhanoglu: já depois do tento inaugural do eslovaco Kurtic, aos 44, o médio assistiu o costa-marfinense Kessié para o 1-1 (55) e o defesa Romagnoli para a reviravolta (59), antes de fixar o resultado final aos 77.

À mesma hora, o Nápoles, sem Mário Rui, empatou a uma bola em casa do Bolonha e viu os milaneses igualarem os 53 pontos que ostentam, no sexto lugar, último de acesso às competições europeias.

A Sampdoria venceu por 3-0 o Cagliari, num duelo de equipas 'tranquilas', enquanto o aflito Lecce, que é o primeiro abaixo da 'linha de água', a um ponto dos lugares de permanência, perdeu em casa com a Fiorentina (3-1).

Outras Notícias