Desporto

Lance Armstrong perde títulos da Volta a França e é banido do ciclismo

Lance Armstrong perde títulos da Volta a França e é banido do ciclismo

A União Ciclista Internacional retirou, esta segunda-feira, os sete títulos na Volta a França a Lance Armstrong, por ter concluído que o atleta usou doping para ganhar vantagem sobre os adversários. O norte-americano foi também banido da modalidade para sempre.

Pat McQuaid, presidente do organismo que regula o ciclismo a nível mundial, afirmou em conferência de imprensa em Genebra, na Suíça, que "Lance Armstrong não tem lugar no ciclismo", garantindo que esta não é a primeira que este desporto se depara com uma "encruzilhada" e tem de reerguer.

A União Ciclista Internacional (UCI) ratificou a decisão da Agência Anti-Dopagem dos EUA (USADA), que já tinha confirmado que Armstrong tinha usado substância ilegais em provas de ciclismo.

Na altura, a USADA acusou o atleta de ter participado no "mais sofisticado, profissional e bem sucedido esquema de dopagem alguma vez visto".

Armstrong não contestou as acusações de doping, o que levou a USADA a propor que o atleta fosse banido da modalide, esperando apenas a confirmação da UCI, que foi tomada esta segunda-feira.

Na sequência da polémica, Armstrong abandonou a direção da Livestrong, uma organização de luta contra o cancro fundada pelo atleta, e a Nike rompeu o contrato de apoio que a ligava ao ciclista.