Sporting - Tondela

Leão vence com gestão a pensar no dérbi

Leão vence com gestão a pensar no dérbi

Sarabia e Paulinho fizeram os golos sportinguistas aos beirões. Na segunda parte, Ruben Amorim resguardou peças-chave e João Palhinha preocupa.

O Sporting carimbou a sétima vitória consecutiva no campeonato, depois de bater o Tondela, por 2-0, com golos de Sarabia e de Paulinho, e desloca-se na próxima sexta-feira ao Estádio da Luz com a vantagem de ter mais um ponto do que o Benfica. Um tónico importante para o campeão nacional, que, no período final, poupou jogadores para o dérbi. Pedro Gonçalves e Matheus Nunes saíram a meio do segundo tempo, Palhinha também, mas por motivos físicos. Já Paulinho abandonou igualmente o relvado antes do fim e Porro nem saiu do banco. Ruben Amorim quer o grupo na máxima força e resguardou peças-chave.

O triunfo dos leões foi claro, mas Tondela bateu-se bem e só não marcou graças a mais uma exibição de grande nível da defesa leonina. Murillo foi um diabo à solta no primeiro período e Luís Neto teve de se aplicar num lance em que seguia isolado, aos 18 minutos. Mas antes já o Sporting se tinha adiantado no marcador, através de Sarabia, que aproveitou um ressalto de um homem do Tondela.

Apesar de estar em vantagem, os leões não fizeram uma boa partida antes do intervalo, deixaram-se enredar pela pressão alta do adversário e praticamente não voltaram a rematar à baliza. Por seu lado, o onze de Pako Ayestarán, que não esteve presente devido à covid-19, foi uma agradável surpresa: bom toque de bola e lançamentos longos a desmarcar jogadores rápidos e móveis. Só que o Tondela nunca fez o golo que tanto necessitava e ficou-se pelas intenções.

No segundo período, os leões estiveram melhores e o segundo golo, assinado aos 50 minutos, deu tranquilidade. Após 10 jogos em branco no campeonato, Paulinho voltou a festejar. A entrada de Daniel Bragança estabilizou o rendimento do conjunto, houve lances interessantes, mas o resultado final estava feito. Depois de um duelo intenso na Champions e com o Benfica à porta, o Sporting fez apenas o necessário para conquistar os três pontos.

PUB

Mais: Além do golo, Sarabia esteve em destaque pela boa exibição. Defesa dos leões foi implacável. No Tondela, o guarda-redes Trigueira e Murillo estiveram bem.

Menos: Talvez um pouco desgastado, Matheus Nunes não assinou uma exibição regular. Tiago Tomás lutou muito mas faltou-lhe clarividência no ataque.

Árbitro: Decisão correta no primeiro golo, a bola bateu num jogador do Tondela antes de seguir para Sarabia, o que anulou hipótese de fora de jogo. Boa arbitragem.

Veja o resumo do jogo:

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG