A. F. Porto

Leixões B fez mais substituições do que o permitido e pode perder jogo na secretaria

Leixões B fez mais substituições do que o permitido e pode perder jogo na secretaria

O Leixões B venceu o Pasteleira por 6-0, mas efetuou seis substituições durante a partida, quando o máximo permitido pelo regulamento fixa-se em cinco. Os responsáveis pelo Pasteleira pedem a intervenção da A. F. Porto.

A jornada de estreia da 1.ª Divisão da A. F. Porto fica marcada por um caso polémico no jogo que opôs o Leixões B ao Pasteleira.

Apesar do desnível do resultado verificado no final da partida, 6-0 favorável à equipa secundária leixonense, o Pasteleira reclama que o adversário realizou seis substituições durante o encontro, algo que não é permitido no regulamento, que estipula um máximo de cinco alterações.

PUB

Numa nota publicada nas redes sociais, os responsáveis pelo Pasteleira explicam que "a equipa visitada efetuou seis substituições em tempo regulamentar, tendo estas acontecido nos seguintes momentos: duas substituições ao intervalo, uma ao minuto 56 e três ao minuto 79".

Desse modo, o Leixões B violou o regulamento da prova, sendo que o castigo para quem "efetue substituições de jogadores em número não permitido é punido com derrota e mil a dois mil euros" de multa.

Ainda de acordo com o comunicado do Pasteleira, os elementos do clube presentes no banco de suplentes "aperceberam-se da situação cometida" e avisaram o árbitro do sucedido, "que interrompeu o jogo por volta do minuto 81, tendo-se dirigido ao seu assistente, confirmando a irregularidade cometida".

Garantindo que "jamais se vergará aos interesses de outros" e que "não abdicará de defender os seus", a Direção do Pasteleira "pede que sejam efetuadas todas as diligências por parte da A. F. Porto e do seu Conselho de Disciplina para ver e rever a situação exposta".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG