Taça de Portugal

Leixões vence Praiense reduzido a 10 quase uma hora de jogo

Leixões vence Praiense reduzido a 10 quase uma hora de jogo

O Leixões, da LigaPro, apurou-se este domingo para a quarta eliminatória da Taça de Portugal, após vencer o Praiense (4-2), do Campeonato de Portugal, que jogou reduzido a 10 desde os 37 minutos.

A equipa açoriana colocou-se a vencer ao minuto sete, quando Filipe Andrade, na área, terminou com um remate um cruzamento da esquerda de Ragner Paula.

Duas decisões do árbitro resultaram depois em desvantagem para o Praiense, primeiro quando Miguel Nogueira mandou marcar penálti (19) por pretensa falta de João Peixoto sobre Vítor Bruno e quando expulsou Itto Cruz (37) por entender que Júnior Sena ficaria isolado quando se deu o choque com o defesa açoriano.

Sem baixar o ritmo, o Praiense viu-se, contudo, mais pressionado até ao intervalo pelo Leixões, período em que Tiago Maia pôde mostrar serviço entre e fora dos postes.

A entrada forte do Leixões na segunda parte produziu frutos aos 53 minutos, com Pedro Pinto, na área, a corresponder de cabeça ao pontapé de canto marcado por Júnior Sena e consumar a reviravolta no marcador.

Dez minutos volvidos, Harramiz ganhou na raça dentro da área servindo depois André Claro para uma conclusão fácil, tratando cedo de se colocar a salvo de uma reação final de um Praiense que começava a dar sinais de cansaço.

Aos 81 minutos, Marcos Silva viu o 3-2 anulado por alegado fora de jogo e, na resposta, Braga ampliou para 4-1.

Matheus Sousa fechou a contagem nos descontos, num cabeceamento na pequena área.

Ficha de Jogo:

Jogo no Estádio do Mar, em Matosinhos.

Leixões - Praiense, 4-2.

Ao intervalo: 0-1.

Marcadores:

0-1, Filipe Andrade, 07 minutos; 1-1, Júnior Sena, 21 (grande penalidade); 2-1, Pedro Pinto, 53; 3-1, André Claro, 63; 4-1, Braga, 81; 4-2, Matheus Souza, 90+3.

Equipas:

Leixões: Ivo, Rui Silva, Pedro Pinto, Bura (Pedro Monteiro, 79), Vítor Bruno, Amine, Luís Silva, Derick, Júnior Sena (Braga, 74), Harramiz (João Rodrigues, 85) e André Claro.

(Suplentes: Fábio Matos, Enoh, Paná, Braga, João Rodrigues, Pedro Monteiro e Yoshi).

Treinador: Carlos Pinto.

Praiense: Tiago Maia, Bruno Sousa, Weliton Matos, Diogo Careca, Itto Cruz, João Peixoto (Marcos Silva, 79), Vitinha (Márcio Augusto, 15), Diogo Moniz, Ragner Paula, Sérgio Teles (Matheus Sousa, 64) e Filipe Andrade.

(Suplentes: Rafa Pires, Alexsandro, Magina, Márcio Augusto, Marcos Silva e Matheus Souza).

Treinador: Francisco Agatão.

Árbitro: Miguel Nogueira (AF Lisboa).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para João Peixoto (20). Cartão vermelho direto para Itto Cruz (37).

Assistência: cerca de 900 espetadores.