Fórmula 1

Hamilton conquista Mónaco e dispara na frente

Hamilton conquista Mónaco e dispara na frente

O campeão do Mundo venceu, este domingo, o Grande Prémio do Mónaco de F1 e aumentou a vantagem no Mundial de pilotos, apesar de um enorme susto sofrido nas últimas voltas da corrida disputada nas ruas do principado.

Depois de cinco dobradinhas da Mercedes nas cinco corridas anteriores, o GP do Mónaco foi bem mais complicado para os Flechas Prateadas do que as corridas anteriores. Num dia em que todos recordaram e homenagearam Niki Lauda, falecido a meio da semana, Lewis Hamilton saiu da "pole position", e teve quase sempre a corrida controlada.

No entanto, o cinco vezes campeão do Mundo sofreu uma enorme pressão de Max Verstappen nas últimas voltas. O holandês da Red Bull até já sabia que tinha sofrido uma penalização de cinco segundos, por ter recebido ordem para deixar as boxes de forma insegura - momento em que ultrapassou Valtteri Bottas -, mas nem assim deixou de tentar a ultrapassagem.

Verstappen chegou mesmo a tocar na roda traseira do Mercedes, mas Hamilton resistiu e foi o primeiro a ver a bandeira de xadrez, seguido de Verstappen, Sebastian Vettel e Bottas. No entanto, devido à penalização de Verstappen, Vettel herdou o segundo lugar para a Ferrari e Bottas fechou o pódio com o segundo Mercedes.

Destaque, ainda, para a tarde para esquecer de Charles Leclerc. O piloto da casa largou de 16.º e estava a assinar uma grande recuperação, até que uma segunda ultrapassagem correu mal. O monegasco bateu nos rails, furou o pneu traseiro e acabou por danificar o fundo do Ferrari, ao exagerar no regresso às boxes.