Liga Europa

Lição de sapiência guerreira dá prenda a Carvalhal

Lição de sapiência guerreira dá prenda a Carvalhal

O Sporting de Braga foi buscar à milenar mitologia grega a inspiração e a sabedoria necessárias para dominar a batalha com o AEK e, num misto de habilidade e de arte, mesmo com alguns erros estratégicos à mistura, carimbar uma merecida qualificação para os 16 avos de final da Liga Europa.

A uma vitória do apuramento antecipado, a equipa minhota venceu no Olímpico de Atenas sem discussão, repetindo a qualificação já alcançada na temporada passada, no que também lhe permitiu oferecer ao técnico Carlos Carvalhal uma espécie de prenda antecipada, dado que o treinador dos guerreiros do Minho faz hoje 55 anos. E o primeiro lugar do Grupo G está ainda em aberto, numa equação para resolver na próxima quinta-feira.

Se há jogos que se conseguem resolver apenas numa parte, este foi um bom exemplo disso. O Braga entrou forte e chegou rapidamente ao 2-0, com golos de Vítor Tormena e de Ricardo Esgaio no espaço de dois minutos, ainda na fase inicial do desafio, mas depois sentiu dificuldades com a redução do marcador por parte da equipa grega, num golo do luso Nélson Oliveira, após uma oferta de Tormena, que fez um atraso defeituoso.

Contudo, o Braga voltou a marcar muito perto do descanso, por Ricardo Horta, o que lhe deu maior tranquilidade para a segunda parte. O reatamento mostrou um Braga pragmático, com Carlos Carvalhal a privilegiar a gestão da vantagem e a não facilitar minimamente, face a eventuais consequências disciplinares, substituindo jogadores mal viam um amarelo.

Apesar da ténue reação da equipa grega, o Braga ainda teve tempo para assinar o melhor momento da noite, um belo golo de Galeno. Na sequência de um canto, o número 90 dos arsenalistas dominou com o peito, encheu o pé direito e disparou para o fundo da baliza.

O jogo estava mais do que controlado pelo Braga, mas perto do fim o AEK ainda reduziu, num bom golo de Vasilanopoulos, insuficiente para inverter o rumo dos acontecimentos. Os guerreiros faziam pela vida e ainda ficam a sonhar com o primeiro lugar neste agrupamento.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG