Desporto

Liga propõe mini-campeonato para apurar quem sobe e quem desce

Liga propõe mini-campeonato para apurar quem sobe e quem desce

O presidente da Liga de Clubes, Mário Figueiredo, vai apresentar uma proposta na Assembleia Geral de 12 de março, relacionada com o alargamento do campeonato principal de 16 para 18 clubes, assentando o modelo, para apurar as duas novas equipas, num mini-campeonato a realizar no final da época entre os dois últimos classificados da Liga e o terceiro e quarto posicionados da Liga de Honra.

Para Mário Figueiredo, que esta terça-feira reuniu com os jornalistas na sede da Liga, este é um modelo que "premeia as expectativas e ambições dos clubes". Quanto ao alargamento, justificou-o, entre outras razões, pelo "acréscimo de receitas".

O mini-campeonato terá seis jornadas e as quatro equipas jogarão entre si, para apurar as duas melhores classificadas. Independentemente desta solução, o líder e o vice-líder da Liga de Honra terão sempre a promoção automática garantida, como sucede atualmente.

Outro anúncio feito por Mário Figueiredo tem a ver com o diferendo que opõe a Liga à Santa Casa da Misericórdia, por via do patrocínio da Bwin, que se encontra suspenso. Na Assembleia Geral, o presidente da Liga vai apresentar as conclusões dos especialistas estrangeiros consultados, entre os quais um causídico de Florença (Itália), e não põe de parte a hipótese da "Liga apresentar uma queixa contra o Estado português".

Esta queixa será sustentada pelo facto da Santa Casa deter o monopólio do jogo sem ter notificado a Comissão Europeia. O caso da Bwin, avaliado em 27 milhões de euros, acrescido do Totonegócio, no valor de 33 milhões de euros, totalizam 60 milhões de euros e constituem uma "pesada herança" para a Liga.

Conforme constou do caderno eleitoral, a questão dos direitos televisivos também está a ser tratada. Mário Figueiredo pretende terminar com a situação de monopólio em Portugal e quer que "os direitos sejam disputados em leilão e por mais do que um operador". Com base num estudo feito por uma comissão de juristas, promete dar novidades durante a Assembleia Geral.

Outra fonte de receitas são os jogos on line. O presidente da Liga revelou que esta terça-feira, à tarde, será ouvido em Conselho de Ministros, a propósito do tema.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG