Futebol

Liverpool vence Everton de Marco Silva e mantém distância na liderança

Liverpool vence Everton de Marco Silva e mantém distância na liderança

O Liverpool venceu, esta quarta-feira, em casa o rival e vizinho Everton (5-2), treinado pelo português Marco Silva, na 15.ª jornada da Liga inglesa, que continua a liderar com oito pontos de vantagem para o segundo classificado.

Num jogo com sete golos, seis deles na primeira parte, o destaque vai para o senegalês Sadio Mané, que fez duas assistências, em contra-ataques em que serviu o belga Origi, aos seis, e o suíço Shaqiri, aos 17.

Origi 'bisou' aos 31, já depois de o defesa Keane ter reduzido, aos 21, e aos 45, em novo contra-ataque, chegou a vez de Mané marcar, a passe de Alexander-Arnold, mas o intervalo só chegou depois de o brasileiro Richarlison, de cabeça, voltar a minimizar a diferença (45+3).

No segundo tempo, os comandados de Jurgen Klopp seguraram a partida, acabando por avolumar o resultado em cima dos 90, pelo holandês Wijnaldum, a passe do brasileiro Firmino.

Depois de o Manchester City ter vencido na terça-feira o Burnley (4-1), colando-se ao Leicester, os 'reds' jogaram quase ao mesmo tempo dos foxes, que tinham os mesmos pontos dos citizens, mas esta quarta-feira venceram por 2-0 para se isolarem no segundo posto.

Ainda assim, os campeões europeus responderam da melhor forma e mantiveram os oito pontos de vantagem na frente em relação ao segundo e 11 para os campeões em título, que seguem em terceiro.

Por seu lado, a equipa de Marco Silva continua em crise e caiu para os lugares de descida, seguindo em 18.º e antepenúltimo com apenas 14 pontos, somando a terceira derrota seguida.

Antes, dois golos de Marcus Rashford estragaram o regresso de José Mourinho ao reduto do Manchester United, agora como técnico do Tottenham, que ainda empatou, pelo meio do 'bis', por intermédio de Dele Alli.

Os spurs caíram para oitavos, com os mesmos 20 pontos com que entraram nesta ronda, enquanto o United os ultrapassou e chegou a sexto, voltando a vencer após dois empates.

Os wolves, que contaram com Rui Patrício, Rúben Neves, João Moutinho e Diogo Jota no onze titular, venceram com tentos do belga Dendoncker aos 23, na resposta a um canto de Moutinho, e do italiano Cutrone, a passe do 'substituto' luso Pedro Neto, aos 86.

A formação de Nuno Espírito Santo é agora quinta classificada com 23 pontos, mais dois que o United, enquanto o West Ham segue em 13.º.

O Chelsea consolidou o quarto lugar ao vencer por 2-1 na receção ao Aston Villa, com tentos de Abraham e Mount a anularem o do egípcio Trezeguet, que então fazia o empate.

O Southampton saiu dos lugares de descida ao bater em casa o Norwich, 19.º e penúltimo, por 2-1.