Desporto

Luís Castro considera que o F.C. Porto podia "ter ganho por 2-0"

Luís Castro considera que o F.C. Porto podia "ter ganho por 2-0"

Luís Castro ficou satisfeito com o triunfo do F. C. Porto frente ao Nápoles, mas frisou que a eliminatória com os italianos vai ainda a meio.

"Estamos no intervalo de uma eliminatória equilibrada. Vamos a Nápoles para tentar passar", disse o técnico dos dragões, após o triunfo, por 1-0, que lhes permite viajar até Itália em vantagem na eliminatória dos oitavos de final da Liga Europa.

"O nosso objetivo era ganhar sem sofrer golos e foi conseguido. Ganhámos bem. Sabíamos que, num jogo tão equilibrado, haveria momentos em que teríamos de sofrer e soubemos sofrer", acrescentou Luís Castro.

"A vitória assenta-nos bem, mas fico com a sensação de que podíamos ter vencido por 2-0. Fizemos dois golos, mas, infelizmente, um foi invalidado", lamentou.

"Eu nunca faço queixas, eu constato. Constatei que podíamos ter ganho por dois golos, porque nos foi invalidade um golo, nada mais do que isso", argumentou, ainda, a respeito.

"Fico também com a sensação de que os adeptos são fundamentais para a equipa. Empurraram-na para a vitória e era fundamental darmos uma resposta positiva", disse Luís Castro.

O treinador falou, ainda, sobre Paulo Fonseca, o seu antecessor no comando dos dragões, considerando tratar-se de "uma pessoa fantástica e um treinador excelente", concluindo, a propósito: "Não é porque não conseguiu coisas tão boas no F. C. Porto que vamos falar isto ou aquilo sobre ele".