Futebol

Luís Filipe Vieira diz que juiz Rui Rangel "envergonha a magistratura"

Luís Filipe Vieira diz que juiz Rui Rangel "envergonha a magistratura"

Luís Filipe Vieira ao ataque. Esta é a súmula das entrevistas dadas ontem a estações televisivas, em que o presidente chamou várias vezes "mentiroso" a Rui Rangel, adversário nas eleições de amanhã do Benfica.

"Envergonha a magistratura. Mesmo olhando para o Relatório e Contas, continua a dizer erradamente o número do nosso passivo. É de 237 milhões de euros financeiros, a que se juntam 112, não financeiros, que dizem respeito à conta corrente. Posso dizer que o nosso ativo supera largamente o passivo". Vieira fez, ainda, críticas duras a Fernando Tavares, número 2 da Lista B. "É um mentiroso compulsivo". E disse que José Veiga é um rosto escondido do adversário.

Na vertente desportiva, o responsável promete um Benfica vencedor no futuro, assente na equação "3-1-50". "Queremos vencer três campeonatos, estar na final da Champions, e conseguir 50 títulos nas modalidades". O líder da águia garante que uma base da equipa, de jogadores portugueses, não será vendida "nos próximos três anos" e admitiu reforços em janeiro. "Mas sobre isso não posso dizer nada".

Jogos na Benfica TV

O futuro, garante, será construído por atletas lusos. "Temos uma estratégia, feita em ligação com Rui Costa, que passa por ter o máximo de jogadores na seleção".

Relativamente à época em curso, assegurou que o Benfica "vai ser campeão nacional" e acrescentou que a equipa vai chegar aos oitavos de final da Liga dos Campeões. "Bastam duas vitórias para a passagem". A eventual renovação de Jesus, que termina contrato esta época, está sobre a mesa. "Falaremos na altura própria".

Sobre os direitos televisivos, Vieira informou que os jogos do Benfica serão transmitidos, a partir da próxima época, no canal do clube. A decisão está assente num estudo, encomendado ao Eurogroup, e que, teoricamente, dá viabilidade ao projeto.

Sobre Pinto da Costa, afirmou-se inconformado "com a justiça que foi feita em Portugal" e disse que o Sporting só conseguirá ultrapassar a crise atual "quando as pessoas estiverem unidas". v

Outras Notícias