Eleições no Benfica

Luís Filipe Vieira: "Não lesei nem nunca roubei o Benfica"

Luís Filipe Vieira: "Não lesei nem nunca roubei o Benfica"

Ex-presidente acabou de votar na Luz e falou sobre a sua saída do clube: "Sinto-me uma peça de caça que alguém tenta dar um tiro".

Luís Filipe Vieira, ex-presidente do Benfica, votou na Luz e falou pela primeira vez desde que foi afastado da liderança do clube, explicando que nunca lesou nem roubou o clube da Luz: "Para quem esteve no Benfica cerca de 20 anos, criei uma dimensão incalculável para o clube, que ninguém pensa, projetei o Benfica para o Mundo. Ainda não consegui acabar o que pensei. Todos sabem o que se passou comigo. A única coisa que quero adiantar a todos os benfiquistas, frontalmente, é que não lesei nem nunca roubei o Benfica".

Em jeito de balanço, adiantou ainda: "Vou até às últimas consequências para recuperar a minha imagem e a da minha família. Foi muito grave o que se passou. Nunca pensei que algo assim acontecesse na minha vida. Sou perseguido, sinto-me uma peça de caça que alguém tenta dar um tiro. Não vou permitir. De certeza que decapitaram o Benfica, sei para onde é que ia projetar o Benfica e isso assustou muita gente. A vida vai-se fazendo, com motivação que continuo a ter. Mais tarde, logo saberemos o que fazer."

O ex-presidente dos encarnados apontou o dedo a algumas pessoas, sem, contudo, adiantar nomes: "Estarei sempre presente e quando achar que devo ter uma intervenção mais profunda, vou tê-la. Tive desilusões com pessoas dentro do Benfica, depois da minha prisão e pela forma como me trataram. Hei de esclarecer todos os benfiquistas. Até final do ano, hei de falar para a família benfiquista toda. Fui condenado na praça pública, mas há um lugar certo para me defender. Até hoje, tirando um caso de um sócio aqui hoje, nunca ninguém me enxovalhou na rua. Sinto-me bem, tenho a consciência perfeitamente tranquila. Nada fiz contra o Benfica."

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG