Exclusivo

Luís Freire: "Tal como o Rio Ave eu também não queria a Liga 2"

Luís Freire: "Tal como o Rio Ave eu também não queria a Liga 2"

Treinador considera a subida do clube vila-condense ao principal escalão um dos marcos mais saborosos da carreira.

Aos 36 anos, o treinador Luís Freire conseguiu a sétima subida de divisão da sua carreira, recolocando o Rio Ave no principal escalão do futebol nacional e rematando esse objetivo com o título de campeão da Liga 2. Em entrevista ao JN, o jovem técnico reconheceu que, apesar do favoritismo da equipa, assumir o clube de Vila do Conde foi um risco na sua carreira, mas que no final foi recompensado por uma "entrega extraordinária" do plantel, a quem reconhece qualidades para estabilizar, de novo, o clube na Liga já na próxima época.

Como digeriu as emoções desta subida de divisão e do título de campeão da Liga 2?
Com naturalidade, até porque preparámos tudo ao pormenor para este desfecho. Quando assim é, sentimo-nos tranquilos, porque já não podemos fazer nada. Depois, claro, foi um momento de euforia, um sentimento de conquista que ainda estamos a absorver. É um marco histórico na nossa vida que continua a ser desfrutado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG