SLB

Luisão de consciência tranquila diz que não agrediu o árbitro

Luisão de consciência tranquila diz que não agrediu o árbitro

Luisão diz estar de "consciência tranquila" e que não fez "qualquer movimento de agressão" que levasse ao aparente desmaio do árbitro Christian Fischer no jogo particular entre Fortuna Dusselforf e Benfica. Veja o video.

"Não fiz qualquer movimento de agressão. Tentei estar à frente dos meus companheiros e vi o árbitro cair. Não temo qualquer castigo e vou continuar de forma normal a minha vida profissional", disse o jogador, segundo site do Benfica.

O lance ocorreu aos 39 minutos de jogo, quando o árbitro Christian Fischer, das divisões secundárias, se preparava para mostrar o segundo cartão amarelo a Javi Garcia e expulsar o médio espanhol, e foi interpelado pelo central brasileiro.

Luisão terá alegadamente dado um encosto ao árbitro, que caiu aparentemente inanimado no relvado, permanecendo de barriga para cima durante cerca de um minuto, até à chegada dos médicos de ambas as equipas e árbitros auxiliares.

"Foi lamentável. Este era um jogo de preparação e o árbitro acabou por ter uma atitude que é de lamentar", afirmou o internacional brasileiro sobre a forma como o juiz alemão caiu, aos 39 minutos, no relvado.

Depois de se levantar pelo seu próprio pé, o juiz seguiu para os balneários acompanhado dos seus assistentes e o jogo não foi retomado, com as imagens televisivas a mostrarem o lance e a não ser possível ver uma eventual agressão.

"Temos pena de o jogo ter acabado, queríamos que o jogo tivesse continuado, mas isto são coisas que acontecem. Vamos continuar com a nossa preparação até ao início do campeonato", finalizou o central "encarnado".

No jogo, de apresentação do Fortuna aos sócios e último de preparação do Benfica antes de defrontar no próximo sábado o Sporting de Braga, na primeira jornada da Liga, o marcador registava um nulo.

O Benfica não tinha tido grandes oportunidades, exceção a um cabeceamento de Garay a passar ao lado do poste (36 minutos), enquanto o Fortuna, 15 anos depois de regresso à "Bundesliga", esteve perto de marcar por Voronin (30 minutos), com Artur a desviar para canto com a ponta dos dedos.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG