Jogos Olímpicos

Mais de 7800 atletas já estão apurados para Tóquio2020

Mais de 7800 atletas já estão apurados para Tóquio2020

Os Jogos Olímpicos Tóquio2020, adiados para este verão, já têm apurados mais de 7800 atletas, com o decorrer do processo de qualificação, revelou esta quarta-feira o porta-voz do Comité Olímpico Internacional (COI).

Segundo Mark Adams, que falava aos jornalistas após uma curta reunião do Conselho Executivo do COI, já estão encontrados quase oito mil atletas participantes, com "70% das quotas já alocadas" e o processo de qualificação terminado numa série de desportos e disciplinas, do andebol ao ciclismo de estrada e voleibol, entre outros.

O processo de qualificação decorre até 29 de junho para encontrar os 30% que faltam, com 20% a ser apurado via ranking internacional e 10% com a realização de eventos de qualificação.

Mark Adams respondeu a perguntas sobre o que considerou "especulação", sobre a realização da prova quando o Japão prolongou o estado de emergência nas principais zonas metropolitanas, devido à pandemia de covid-19, com uma opinião pública nipónica altamente contra o evento ir para a frente.

"Estamos totalmente concentrados na fase final da implementação dos Jogos", garantiu o porta-voz, que garantiu que a opinião pública será mais favorável mais próximo do arranque.

Referiu-se aos vários eventos de teste e eventos internacionais que têm sido organizados nos últimos meses como "prova" de que os Jogos poderão realizar-se.

Quanto à vacinação, e depois do acordo que o COI assinou com a Pfizer, deixou ainda a garantia de que "uma grande maioria dos ocupantes da Aldeia Olímpica estarão vacinados", no que é "uma mensagem importante" e uma segurança para a população japonesa, afirmou.

PUB

Os Jogos Olímpicos Tóquio2020, já adiados para 2021 devido à pandemia, têm a sua abertura prevista para 23 de julho, decorrendo até 8 de agosto.

O estado de emergência, que é menos restrito no Japão do que os confinamentos impostos em outros países do mundo, foi prolongado até 31 de maio nos departamentos do país mais afetados pela pandemia, entre os quais Tóquio.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG