Futebol

Manchester United surpreendido pelo Burnley

Manchester United surpreendido pelo Burnley

O Manchester United foi, esta quarta-feira surpreendido em casa pelo Burnley, com a derrota por 2-0 a colocar o quinto lugar em causa, à 24.ª jornada da Liga inglesa.

O neozelandês Chris Wood, aos 39 minutos, foi mais forte do que os centrais e inaugurou o marcador, que Jay Rodriguez ampliou para 2-0, com um remate, indefensável, aos 56.

Com este resultado, os red devils mantiveram os 34 pontos e foram apanhados pelo Tottenham de José Mourinho, que esta quarta-feira sofreu para vencer o lanterna-vermelha Norwich, por 2-1, enquanto o Wolverhampton de Nuno Espírito Santo descolará da dupla, caso na quinta-feira pontue com o líder Liverpool.

O Chelsea, quarto classificado, último lugar a dar direito à Liga dos Campeões, está a seis pontos.

O Burnley, que não ganhava no campo do Manchester United desde 1962, conseguiu o segundo êxito consecutivo, atingindo os 30 pontos de Arsenal, Cristal Palace, Everton e Newcastle.

O Tottenham adiantou-se no marcador, aos 43 minutos, numa recuperação de bola no ataque seguida de cruzamento de Aurier para Dele Alli, que a desviou na pequena área.

Os anfitriões não jogavam o suficiente para ampliar e, aos 70, o Norwich igualou, de penálti, pelo finlandês Teemu Pukki, contudo, uma iniciativa de Dele Alli (79) culminou com remate contra um adversário, tendo a bola 'pingado' na linha de golo, onde o sul-coreano Son Heung-Min surgiu a cabecear e a garantir o êxito.

Com Ricardo Pereira a titular, e a marcar, o Leicester regressou aos triunfos - duas derrotas consecutivas fizeram-no cair para terceiro -, com 4-1 sobre o aflito West Ham United.

Os anfitriões adiantaram-se no seguimento de combinação ofensiva entre vários elementos, culminada com desvio de Havey Barnes (24) na pequena área.

O segundo golo surgiu dos pés do lateral-direito português, que apareceu sozinho na área e, beneficiando de um atraso, fuzilou sem defesa.

O West Ham ainda reduziu de penálti, aos 50 minutos, por Mark Noble, contudo o Leicester ampliou para 3-1 do mesmo modo, com o castigo máximo a ser convertido pelo espanhol Ayoze Pérez (81), que passados sete minutos fez o definitivo 4-1.

O Leicester é terceiro com 48 pontos, a três do Manchester City, enquanto o Liverpool comanda com 64 e menos dois jogos.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG