Futebol

Manuel Machado: "É um resultado que mente"

Manuel Machado: "É um resultado que mente"

O treinador do Nacional da Madeira considerou, esta terça-feira, que o resultado diante do Benfica é enganador e acredita que os madeirenses vão conseguir a permanência.

"Foi uma primeira parte muito bem conseguida da nossa parte, com vantagem ao intervalo. A entrada no segundo tempo não foi má, tivemos mais uma boa oportunidade para ampliar. Não o fizemos e, quando assim acontece, perante um adversário desta dimensão, que tem uma segunda vaga de jogadores no banco de qualidade, fica muito difícil resistir. Depois do 2-1 o jogo não tem mais história. É um resultado que mente perante aquilo que foi o desenrolar da prestação das duas equipas. Além dos três momentos em que o Benfica fez os três golos, não tenho memória de ver o meu guarda-redes fazer qualquer intervenção. Já o guarda-redes do Benfica tirou uma segunda bola no segundo tempo, tirou uma boa bola ao Riascos. Mas a eficácia é que conta e o Benfica, nos poucos momentos que teve, acabou por fazer a diferença", começou por dizer Manuel Machado, salientando que a equipa tem crescido desde o duelo com o F. C. Porto.

"Este jogo não é ímpar, tem uma série de paralelos com as últimas jornadas. Desde que defrontámos o F. C. Porto aqui, a equipa tem tido um crescimento e uma prestação em cada um dos jogos muito bons. Mas nesta fase tudo acontece ao contrário. O campo não tem sido nosso amigo. De qualquer maneira, o que ficou dignifica o clube. Os profissionais, numa situação de pressão classificativa, têm tido um comportamento técnico e disciplinar exemplar e têm posto em campo uma grande capacidade de luta. Relativamente ao que está pela frente, se olharem para a tabela, as coisas continuam a ser possíveis de concretizar. É uma porta estreitinha, mas ainda é uma porta", concluiu.

O Benfica venceu (3-1), esta terça-feira, o Nacional na Madeira para a 32.ª jornada da Liga. Pedrão e Gonçalo Ramos, em dose dupla, marcaram os golos num jogo em que os encarnados estiveram a perder.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG