O Jogo ao Vivo

Futebol

Mão pesada para leixonenses pelos incidentes frente ao Estoril

Mão pesada para leixonenses pelos incidentes frente ao Estoril

Sete elementos do Leixões, entre eles o treinador e três jogadores, foram esta sexta-feira suspensos 30 dias pelo Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol, na sequência dos incidentes na reta final do encontro da Liga Revelação com o Estoril, na terça-feira passada, que garantiu o título aos canarinhos.

O defesa Mário Júnior e o avançado André Lacximicant foram suspensos com um e dois jogos de suspensão, na sequência das expulsões diretas durante o encontro. Já Isbana Graça foi castigado com quatro jogos, por "ameaças e ofensas à honra, consideração ou dignidade - jogador profissional"

Mais graves foram os castigos aplicados pela secção não-profissional do CD aos guarda-redes Hugo Costa e Gonçalo Tabuaço e ao defesa Vasco Lara: 30 dias de suspensão preventiva e alvo de processo disciplinar.

O treinador José Augusto Faria, o adjunto Gil Souza (ameaças e ofensas à honra, consideração ou dignidade), o delegado Tiago Mendes (ameaças e ofensas à honra, consideração ou dignidade) e o team-maneger Emanuel Recoba (incumprimento de deliberação ou suspensão) também foram suspensos 30 dias, para além de terem sido multados.

Ao Leixões e Estoril foi também instaurado processo disciplinar.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG