Desporto

Marafona deixa Paços e ruma ao Sporting de Braga

Marafona deixa Paços e ruma ao Sporting de Braga

O guarda-redes Marafona vai deixar o Paços de Ferreira e representar o Sporting de Braga, depois de o clube da I Liga de futebol ter pago a cláusula de rescisão.

"É verdade [que o Marafona vai para o Braga] e fico muito satisfeito com esta notícia", disse Jorge Simão.

O técnico pacense falava à margem da conferência de antevisão do terceiro e último encontro da fase de grupos da Taça da Liga, diante do Portimonense, da II Liga, na terça-feira, e considerou esta transferência "uma promoção na carreira" de Marafona.

"É a recompensa do que o jogador fez no Paços e temos de lhe estar muito gratos pelo que fez. [Marafona] É o melhor guarda-redes com quem me cruzei e, com esta transferência para o Sporting de Braga, pode ficar mais perto da seleção", acrescentou o técnico, que esta segunda-feira já não contou com o guarda-redes nos trabalhos da equipa.

O diretor desportivo da formação pacense disse, por sua vez, à agência Lusa que "a transferência só foi possível porque o Braga bateu a cláusula de rescisão", adiantando que a mudança vai render ao Paços "uma verba de cerca de 400 mil euros".

Marco Abreu confirmou ainda que o Paços de Ferreira irá colmatar a saída de Marafona com a contratação de um novo guarda-redes, sem detalhar, admitindo novidades para breve no plantel, em matéria de entradas e saídas.

Marafona, de 28 anos, chegou à Capital do Móvel oriundo do Moreirense e, no Paços de Ferreira, era o único totalista na I Liga, com 1710 minutos de utilização, e o segundo jogador do plantel mais utilizado em todas as competições, atrás de Hélder Lopes (1752 minutos).

Marafona, que tem a atenuante de ter sido sempre 'poupado' nos jogos das taças da Liga e de Portugal, vai substituir Kritciuk, guarda-redes russo que a formação minhota cedeu ao Krasnodar, do seu país, até ao final da temporada, com opção de compra por parte do atual quinto classificado num campeonato liderado pelo CSKA de Moscovo.