Desporto

Maratona de Londres mantém prova para domingo

Maratona de Londres mantém prova para domingo

Os organizadores da Maratona de Londres revelaram que a prova se mantém para domingo, depois das duas explosões verificadas perto da meta da Maratona de Boston, que provocaram três mortos e mais de 130 feridos.

A Maratona de Boston é um dos principais eventos desportivos norte-americanos, com perto de 27 mil corredores e dezenas de milhares de espetadores. Junto à meta, duas explosões fizeram, na segunda-feira, três mortos e 130 feridos.

"Não iremos cancelar, o que estamos a fazer é rever os passos, ver se há necessidade de aumentar a segurança ou de tomar qualquer outra medida possível", disse à BBC Radio 5 Live Nick Bittel, diretor-executivo da Maratona de Londres.

Milhares de pessoas, entre as quais muitos atletas da elite internacional, participam anualmente na Maratona de Londres e, com a corrida a apenas seis dias da sua realização, houve alguma especulação quanto a um eventual cancelamento do evento.

"Os nossos pensamentos mais imediatos vão para as pessoas e as suas famílias. É um dia muito triste para os atletas e para os nossos amigos e colegas que participaram na maratona", revelou Nick Bittel.

Aquele responsável acrescentou que a organização da prova britânica está a trabalhar em conjunto com a polícia metropolitana e que entrou em contacto com as autoridades assim que foram conhecidas as notícias.

"Um plano de segurança está em marcha para a Maratona de Londres. Vamos rever alguns dos planos de segurança, juntamente com a organização da prova", disse Julia Pendry, superintendente chefe da polícia metropolitana londrina.

PUB

Entretanto, a organização da Maratona de Nova Iorque, agendada para 3 de novembro próximo, já reagiu e revelou que a segurança é a sua "prioridade máxima", pelo que continuará a trabalhar com as autoridades da cidade na preparação das provas.

Em comunicado, Mary Wittenberg, responsável pela "New York Runners", organizadora da maratona e de muitas outras provas populares em Nova Iorque, revelou que, após as explosões ocorridas em Boston, a segurança em todas as suas provas "é, e continuará a ser", a sua prioridade máxima.

"Continuaremos a trabalhar lado a lado com a cidade de Nova Iorque e o Departamento de Polícia enquanto planificamos os próximos eventos", revela na nota.

Entre as diversas provas organizadas por esta empresa, encontra-se a meia-maratona de Brooklyn, prevista para o próximo dia 18 de maio.

A Maratona de Nova Iorque realiza-se tradicionalmente nos primeiros dias de novembro, tendo a sua última edição sido suspensa devido aos danos causados em algumas zonas da cidade pelo furacão "Sandy". Para a prova, uma das mais populares mundialmente, são aguardadas mais de 40 mil pessoas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG