Hóquei em patins

Marcelo Rebelo de Sousa: "Mostrámos que somos os melhores"

Marcelo Rebelo de Sousa: "Mostrámos que somos os melhores"

Depois de se sagrar campeã mundial em Barcelona, Espanha, a seleção nacional de hóquei em patins foi recebida esta terça-feira no Palácio de Belém, em Lisboa, por Marcelo Rebelo de Sousa.

"Vencemos em Barcelona de forma excecional. Vencemos porque mostrámos que somos os melhores, em humildade, sem nunca desvalorizar o adversário e sem nos deslumbrarmos com as nossas vitórias. Mostrámos que somos os melhores porque lutámos até ao último segundo, numa capacidade de sacrifício que é inseparável da união da equipa", começou por dizer o presidente da República.

Feliz pelo fim de um jejum que durava há 16 anos, Marcelo Rebelo de Sousa considerou que a vitória da equipa das quinas frente à Argentina deve ser considerada um "exemplo" para o país e não esqueceu Ângelo Girão, o grande herói da final.

"A vossa vitória não apaga os nossos problemas e insucessos em tantos domínios. Mas a vossa vitória, aqui celebrada, com todo um coletivo que ajudou a tornar possível, é um símbolo do que podemos ser, como portugueses, quando somos excelentes. Faz acreditar mais em nós próprios. Em nome de todos os portugueses, abraço-vos a todos, em especial ao Ângelo Girão... A serenidade coriácea na defesa dos lances impossíveis. Se todos tivermos essa serenidade, todos os dias, Portugal será uma pátria muito melhor", concluiu.

Portugal sagrou-se campeão mundial de hóquei em patins, em Barcelona, ao vencer a Argentina no desempate por grandes penalidades, num jogo em que o guarda-redes Girão esteve em destaque na baliza. A seleção portuguesa, que quebrou um jejum de 16 anos sem erguer o troféu, chegou ao 16.º título mundial, e ficou apenas a um da anfitriã Espanha, com 17.