O Jogo ao Vivo

Rio Ave

Mário Silva na porta de saída dos Arcos

Mário Silva na porta de saída dos Arcos

Rescisão deve ser anunciada pelo clube vila-condense.

Fim de linha para Mário Silva no comando do Rio Ave, que não resistiu à série de cinco jogos sem vencer, que empurraram a equipa para o 13.º posto da tabela classificativa, a apenas dois pontos dos lugares de descida.

Apesar do Rio Ave ainda não ter confirmado a formalização de rescisão, o JN sabe que os responsáveis do clube já terão chegado a acordo com Mário Silva para os termos da quebra do vínculo, que era válido até 2022, e que o treinador já não irá, hoje, no regresso da equipa aos trabalhos, orientar a sessão de treino, que deve ser comandada pelo adjunto da casa Augusto Gama.

Mário Silva tinha dito no final da partida de anteontem, na derrota caseira com o Marítimo, por 3-1, que ainda sentia força para continuar e inverter a situação, mas os responsáveis vila-condenses consideraram que o técnico já tinha parca margem de manobra, e que a continuidade por mais uma jornada iria colocar o grupo em enorme pressão.

Desde que assumiu a presidência do Rio Ave, António Silva Campos, só por uma vez tinha despedido um treinador, prescindindo, em 2016, de Nuno Capucho. Com o fechar deste ciclo de Mário Silva, que durou 11 jornadas, os responsáveis já estão a estudar alternativas para o comando técnico.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG