Sporting

Marta Soares avança com duas providências cautelares

Marta Soares avança com duas providências cautelares

O presidente demissionário da Mesa da Assembleia Geral do Sporting afirmou esta segunda-feira que vai avançar com duas novas providências cautelares para garantir "tudo o que é importante" para realizar a Assembleia Geral do dia 23.

"Vou avançar com duas providências cautelares para garantir tudo o que é importante e fundamental em todas as áreas, não só a segurança, para que a Assembleia Geral do dia 23 de junho se realize", disse Jaime Marta Soares à agência Lusa.

O presidente demissionário da Mesa da Assembleia Geral (MAG) explicou que é o único que tem legitimidade para marcar Assembleias Gerais.

"Sou o presidente da MAG em exercício e cumpri sempre os estatutos", frisou, reafirmando que as Assembleias Gerais anunciadas por Bruno de Carvalho, presidente da direção do clube, para 17 de junho e 21 de julho, "terão resultados nulos e sem nenhum efeito".

Marta Soares explicou ainda que vai também avançar com a marcação da Assembleia Geral sobre o Plano de Atividades e Orçamento. "Vou marcar, nos próximos dias e dentro dos prazos, a Assembleia Geral para o Plano de Atividades e Orçamento. Segundo os estatutos, têm até ao dia 15 de junho para me entregar todos os documentos e até ao momento nada chegou às minhas mãos", explicou.

Jaime Marta Soares, que recusou comentar a conferência de imprensa de Bruno de Carvalho desta segunda-feira, apenas apelou aos jogadores para que não rescindam os seus contratos, no dia em que Bruno Fernandes, William Carvalho, Gelson Martins e Bas Dost apresentaram a rescisão por justa causa.

Antes, já Rui Patrício e Daniel Podence tinham apresentado a rescisão, alegando justa causa.

"Eu desejo ardentemente que os jogadores não rescindam", concluiu Marta Soares.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG