Exclusivo

Maurício Moreira: "Houve momentos em que pensei chega, não sofro mais"

Maurício Moreira: "Houve momentos em que pensei chega, não sofro mais"

Ciclista uruguaio reconheceu as dificuldades sentidas para vencer a Volta a Portugal e emociona-se sempre que recorda o apoio que teve dos companheiros.

Assegurado o êxito maior da sua carreira como ciclista, Maurício Moreira ainda não está bem ciente que entrou para história do ciclismo nacional, como vencedor da Volta a Portugal 2022. Em entrevista ao JN, o uruguaio de 27 anos ainda se emociona ao recordar o apoio que teve da sua equipa Glassdrive/Q8/Anicolor para garantir a mais desejada camisola amarela, confessando que houve momentos, durante a prova, em que pensou desistir da luta pela vitória. Humilde e grato, Maurício Moreira acredita que este é um êxito que lhe pode mudar a vida, a nível profissional e pessoal.

Já consegue exprimir em palavras o sentimento de vencer a Volta a Portugal?
Ainda não tenho as palavras certas para o descrever. Talvez ainda vá levar uns dias para tomar consciência deste feito. O que posso dizer é que nunca tive tantas mensagens no meu telemóvel, é um sinal da magnitude do que consegui. É a maior conquista da minha carreira, que certamente vai marcar um antes e um depois.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG