Fórmula 1

Max Verstappen vence GP do Mónaco e ascende à liderança do Mundial

Max Verstappen vence GP do Mónaco e ascende à liderança do Mundial

O holandês venceu, este domingo, o Grande Prémio do Mónaco de Fórmula 1 e, pela primeira vez desde 2013, a Red Bull lidera os mundiais de pilotos e de construtores.

Verstappen, que dominou a corrida desde o arranque, deixou o espanhol Carlos Sainz (Ferrari) na segunda posição, a 8,968 segundos, e o britânico Lando Norris (McLaren), em terceiro, a 19,427s, quando viu a bandeira de xadrez, mostrada pela tenista Serena Williams.

Esta foi a quinta vitória na carreira do piloto holandês, segunda esta temporada, depois de já ter vencido na Emília Romagna.

O domínio do piloto holandês foi incontestado ao longo de toda a prova, que ficou marcada pela ausência do autor da "pole position", o monegasco Charles Leclerc (Ferrari), devido a uma avaria na caixa de velocidades provocada ainda pelo acidente sofrido na véspera, que pôs um fim prematuro à sessão de qualificação.

O Ferrari de Leclerc nem sequer conseguiu sair da garagem, pelo que, na prática, foi Verstappen quem arrancou do primeiro lugar da grelha.

O piloto da Red Bull protegeu-se do ataque do finlandês Valtteri Bottas (Mercedes) e segurou o primeiro lugar, que ficou mais consolidado a partir da 31.ª das 78 voltas ao mítico traçado do principado.

Foi nessa altura que Bottas parou para trocar de pneus, mas a porca da roda dianteira direita ficou remoída e não saiu.

PUB

Os mecânicos foram tentando desapertar a roda até que a equipa mandou o piloto desligar o carro e desistir da prova.

Desta forma, as duas únicas desistências na corrida de hoje estavam consumadas.

Até final, o britânico Lewis Hamilton (Mercedes) nunca se mostrou confortável com a afinação do Mercedes e não conseguiu ir além da sétima posição, somando um ponto extra por ter conseguido a volta mais rápida da corrida.

Ainda assim, insuficiente para evitar perder a liderança do campeonato para Verstappen, baixando ao segundo lugar do Mundial de pilotos.

Carlos Sainz conseguiu igualar o seu melhor resultado da carreira, subindo ao pódio pela terceira vez, primeira com a Ferrari.

O britânico Lando Norris (McLaren) também conseguiu o melhor resultado do ano, batendo o mexicano Sérgio Perez (Red Bull), que foi quarto, com o alemão Sebastian Vettel (Aston Martin) a conseguir, também, o melhor resultado da temporada, com a quinta posição final.

Com estes resultados, Verstappen é o novo líder do campeonato, com 105 pontos, outra novidade na carreira do piloto holandês, com Hamilton em segundo, com 101. Lando Norris é terceiro, com 56.

No Mundial de Construtores, a Red Bull lidera com 149 pontos, contra os 148 da Mercedes.

A próxima prova é o Grande Prémio do Azerbaijão, a 6 de junho.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG