Covid-19

Médio do Moreirense reinfetado três meses após primeiro teste positivo

Médio do Moreirense reinfetado três meses após primeiro teste positivo

O futebolista Gonçalo Franco voltou a ter um teste positivo para o novo coronavírus, que provoca a covid-19, quase três meses depois do primeiro registo infeccioso, confirmou hoje à Lusa fonte do clube da I Liga.

O médio, de 20 anos, conheceu o resultado numa bateria de despistagem realizada na quinta-feira, entrou em isolamento e ficou afastado das opções técnicas de Vasco Seabra para a vitória alcançada no terreno do Famalicão (2-0), em encontro da 17.ª jornada, nesse mesmo dia.

Contratado ao Leixões no defeso, o centrocampista soma 16 aparições esta época e já esteve infetado no início de novembro de 2020, quando um surto de covid-19 originou 30 casos de infeção na estrutura do Moreirense e suspendeu os treinos durante semana e meia.

Gonçalo Franco está assintomático e aumenta o lote de indisponíveis dos 'cónegos', que inclui Pedro Amador, Matheus Silva, Sori Mané, André Luís e Pedro Nuno, todos lesionados, enquanto Rafael Martins deve estar apto a tempo da viagem ao Algarve.

O Moreirense, oitavo colocado, com 21 pontos, prepara a visita ao Farense, 18.º e último, com 13, na segunda-feira, às 17 horas, no Estádio de São Luís, em Faro, num encontro da 18.ª jornada da I Liga, com arbitragem de Hélder Malheiro, da associação de Lisboa.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.285.334 mortos resultantes de mais de 104,8 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG