Futebol

Messi garante que vai continuar no Barcelona

Messi garante que vai continuar no Barcelona

Depois de várias semanas de indefinição, o internacional argentino garantiu, esta sexta-feira, que vai continuar na Catalunha. "Nunca iria a tribunal contra o clube da minha vida. Por isso, fico", disse, em entrevista ao Goal.com.

Lionel Messi assumiu que chegou a avisar o presidente do Barcelona que queria sair do clube - "disse-lhe várias vezes ao longo da época" - e não deixou de criticar a postura dos dirigentes, pondo mesmo em causa a palavra de Josep Bartomeu.

"Foi um ano muito difícil. Sofri muito nos treinos, nos jogos e no balneário. O presidente sempre me disse que, no fim da temporada, eu podia decidir se ficava ou ia embora. Acabou por não cumprir a palavra", afirmou o avançado que, garante, no entanto, que vai manter a mesma atitude que sempre teve.

"Vou continuar no Barcelona e a minha atitude não vai mudar, independentemente de querer sair ou não", prometeu o astro argentino.

Recorde-se que Messi e o seu pai, e representante, entendiam que o contrato permitia ao atleta rescindir a custo zero no final desta temporada, algo que o Barcelona não aceitava, defendendo que essa cláusula havia expirado em junho e que quem o quisesse contratar teria de pagar 700 milhões de euros. Messi não fugiu a esta polémica.

"Eu pensava que ficava livre e agora agarram-se ao facto de eu não ter comunicado [a saída] antes de 10 de junho, quando nessa data estávamos a lutar pela liga espanhola, no meio deste vírus, desta doença que mudou todas as datas. Este é o motivo pelo qual continuo no clube: vou continuar porque o presidente me disse que a única forma de sair era pagar a cláusula de 700 milhões, mas isso é impossível. Outra forma era ir para tribunal e eu não iria para tribunal contra o Barça. Nunca, porque é o clube que amo e que me deu tudo desde que cheguei", lembrou.

PUB

Outras Notícias