Futebol

Messi vai processar jornal que revelou contrato de 550 milhões de euros

Messi vai processar jornal que revelou contrato de 550 milhões de euros

O jornal espanhol "El Mundo" revelou, este domingo, o contrato milionário assinado entre o jogador argentino e o Barcelona. Clube e atleta não gostaram e prometem tomar medidas. Figo reage e pede "uma estátua" aos assessores de Messi.

O futebol habituou tudo e todos, diariamente, a valores impressionantes entre salários e contratações de jogadores. O caso de Messi é só mais um mas não deixa de impressionar, mesmo quando se fala de um dos melhores futebolistas da atualidade e que mais vezes foi considerado o melhor do mundo.

Este domingo, à boleia do jornal espanhol "El Mundo", conheceram-se os valores em vigor do contrato entre o astro argentino e o Barcelona, único clube que o jogador representou enquanto sénior, pelo qual bateu o recorde de Pelé - é o jogador da história com mais golos por uma única equipa (650) - e pelo qual jurou amor eterno mesmo quando, na época passada, deixou Espanha em alvoroço ao anunciar que queria sair.

Os valores impressionam até os menos impressionáveis. O contrato atualmente em vigor entre Messi e o Barcelona, assinado em novembro de 2017, atinge os 555.237.619 euros brutos por quatro temporadas. "O contrato de Messi que arruína o Barça", escreve o jornal espanhol na manchete, numa altura em que o clube catalão atravessa uma grave crise financeira, vendo a dívida aumentar 225 milhões de euros apenas numa época.

Pode-se falar, assim, de quase 139 milhões de euros por temporada, 11,6 milhões de euros por mês, quase 386 mil euros por dia, 16 mil euros por hora. No vínculo incluem-se salários, direitos de imagem, prémios por objetivos e uma série de outras variáveis. Só o prémio de assinatura foi de 97,9 milhões de euros, a receber em três parcelas. Um valor mais alto do que muitas transferências. E se Messi disputar 60% dos jogos numa época, ainda recebe um extra de 1,65 milhões de euros. O mesmo valor que recebe se os catalães assegurarem a qualificação para a Liga dos Campeões. Se ganharem a prova, seguem mais 3,5 milhões de euros para a conta do argentino.

Relativamente aos contratos com patrocinadores, Messi também tem direito a exceção. O Barcelona promete respeitar todos os acordos que o argentino tem com marcas, mesmo que as mesmas sejam concorrentes no mercado dos patrocinadores oficiais do clube.

PUB

Em comunicado, o Barcelona não desmente os valores e promete "tomar medidas" pela publicação "de um documento privado" e sem "qualquer responsabilidade do clube".

"No que respeita à informação publicada no jornal El Mundo, relativa ao contrato profissional assinado entre o FC Barcelona e o jogador Lionel Messi, o clube lamenta a sua publicação, dado que se trata de um documento privado e abrangido pelo princípio de confidencialidade entre as partes. Prometemos tomar as medidas legais apropriadas contra o El Mundo pelos eventuais danos causados", pode ler-se num comunicado emitido nesta manhã.

Também Messi anunciou que vai avançar com um processo contra a publicação. Segundo a agência noticiosa espanhola EFE, os advogados do futebolista estudam agora "implicar aqueles que dentro do clube acederam ao contrato e o denunciaram" ao jornal.

O ex-jogador português também reagiu ao assunto do dia, com ironia. "Os assessores de Messi merecem uma estátua. A gestão da direção do Barcelona só se pode comparar à de Gaspart", escreveu no Twitter, recordando a presidência de Joan Gaspart, assumida entre 2000 e 2003.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG