O Jogo ao Vivo

Motociclismo

Miguel Oliveira cai e termina GP de Portugal em 16.º lugar

Miguel Oliveira cai e termina GP de Portugal em 16.º lugar

O português Miguel Oliveira (KTM) terminou o GP de Portugal em 16.º lugar, depois de ter sofrido uma nova queda na curva 14, à sexta volta. Fabio Quartararo (Yamaha) venceu a prova.

Foi um fim de semana para esquecer. Depois de ter sofrido uma queda na prova de qualificação, a sorte voltou a não querer nada com Miguel Oliveira, este domingo, e o piloto português sofreu uma nova queda no GP de Portugal, terminando a prova no Autódromo Internacional do Algarve no 16.º lugar.

Já o francês Fabio Quartararo teve um fim de semana de sonho: depois de conquistar a "pole position", venceu a corrida ao cumprir as 25 voltas em 41.24,292 minutos, deixando o italiano Francesco Bagnaia (Ducati) em segundo, a 4,610 segundos, e o espanhol Joan Mir (Suzuki) em terceiro, a 4,948.

Depois de um bom arranque, Miguel Oliveira sofreu uma queda na sexta volta, na curva 14. O português ainda voltou à pista e terminou a prova, mas não foi além de um 16.º lugar, ficando à porta dos pontos.

Pol Espargaró (Honda) teve um problema na mota e não voltou à corrida e Johann Zarco (Ducti), tal como Alex Rins (Suzuki), também sofreram uma queda.

Veja a queda de Oliveira:

PUB

O espanhol Marc Márquez (Honda) acabou por ser uma das surpresas da prova. Após meses de ausência das pistas por ter partido um braço no início da época passada, Márquez, que antes do GP de Portugal assumiu que ia "sofrer", não só aguentou toda a corrida como ainda conseguiu terminar em sétimo lugar, em lágrimas.

"Não chorei pelo resultado, nem pela dor nem por nada. Não sei... Gosto de manter as emoções dentro, mas não consegui. Durante estes nove meses, passámos por emoções de todo o tipo e não aguentei. Este fim de semana foi muito importante, não só para a minha carreira desportiva, mas também para a minha vida porque voltei a sentir-me piloto de MotoGP e isso é o mais importante. Sonhava em terminar a prova, isso era o mais importante", vincou.

Com a vitória deste domingo e a queda de Johann Zarco, Fabio Quartararo assumiu a liderança do campeonato e, para celebrar, acabou por imitar o festejo de Cristiano Ronaldo: "Foi uma corrida perfeita. O Ronaldo é o meu ídolo de sempre. Espero que ele veja esta celebração. Já estava planeado. Ele inspira-me muito", disse o francês.

A próxima corrida, a quarta, disputa-se a 2 de maio, em Jerez de la Frontera (Espanha). Em Moto2, ganhou o espanhol Raul Fernandez (Kalex) e, em Moto3, o vencedor foi o espanhol Pedro Acosta (KTM).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG