Futebol

Miguel Pinto Lisboa: "O jogo ficou condicionado por uma decisão inexplicável"

Miguel Pinto Lisboa: "O jogo ficou condicionado por uma decisão inexplicável"

No jogo frente ao F. C. Porto, o Vitória ficou reduzido a dez jogadores logo no primeiro minuto de jogo. No final do encontro no Estádio do Dragão, o presidente dos vimaranenses deixou críticas à decisão da arbitragem.

"Começo por dar os parabéns ao F. C. Porto por esta vitória, num jogo em que estiveram duas excelentes equipas em campo. Dou também os parabéns à nossa equipa, aos nossos jogadores, técnicos e adeptos. Demonstrámos caráter e vontade de vencer, só que o jogo ficou condicionado logo no primeiro minuto por uma decisão inexplicável, que em nada contribui para o espetáculo Se a Liga quer fazer do futebol um espetáculo rentável, deve por cobro a isto rapidamente", disse Miguel Pinto Lisboa, presidente do Vitória de Guimarães.

O F. C. Porto venceu (3-0) o Vitória de Guimarães na quarta jornada da Liga. Os vimaranenses ficaram reduzidos a dez aos 45 segundos, após a expulsão de Tapsoba, e Marega marcou o primeiro golo dos dragões. Al Musrati e Pepe saíram lesionados.