O Jogo ao Vivo

Catar 2022

Ministra alemã usa braçadeira "One Love" proibida no Mundial

Ministra alemã usa braçadeira "One Love" proibida no Mundial

A ministra da Administração Interna alemã, Nancy Faeser, usou a braçadeira multicolor "One Love", que foi banida pela FIFA, enquanto acompanhava das bancadas do estádio Internacional Khalifa a estreia da seleção do seu país no jogo contra o Japão. A ministra esteve sentada ao lado das autoridades do Catar e do presidente da FIFA.

Várias seleções europeias, incluindo a Alemanha, anunciaram na semana passada que pretendiam usar, durante os jogos do Mundial, a braçadeira contra a discriminação LGBT. Isto porque a homossexualidade é considerada crime no Catar.

As equipas acabaram por desistir da ideia, após uma ameaça de "sanções desportivas" vinda da FIFA, que anunciou penalizar com cartão amarelo os jogadores que usassem a braçadeira ou qualquer alusão ao tema "One Love".

PUB

Nancy Faeser reagiu à proibição defendendo que "proibir uma mensagem de amor é um grande erro da FIFA", e lamentou que as federações europeias tenham recuado diante da organização do Mundial.

A ministra acabou por partilhar nas suas redes sociais uma foto usando o símbolo de protesto.

Também os jogadores da seleção alemã se manifestaram, ao posarem para a fotografia de equipa com a mão na boca, uma crítica à organização do Mundial e à FIFA por não serem permitidas ações de defesa dos direitos humanos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG