Desporto

Mourinho despede-se do Real Madrid entre aplausos e assobios

Mourinho despede-se do Real Madrid entre aplausos e assobios

O técnico português José Mourinho, entre um misto de aplausos e assobios no Santiago Bernabéu, despediu-se este sábado do Real Madrid com uma vitória por 4-2 sobre o Osasuna, na 38.ª e última jornada da Liga espanhola de futebol.

Com Cristiano Ronaldo, Pepe e Fábio Coentrão ausentes, o defesa Ricardo Carvalho, que também está de saída, tendo já assinado pelo Mónaco, foi o único português a integrar o último "onze" de Mourinho, num encontro entre duas equipas que já tinham definida a posição final no campeonato.

Higuain e Essien, aos 35 e 39 minutos, colocaram o Real Madrid, mas o Osasuna, que já tinha a manutenção assegurada, acabaria por refazer a igualdade, com remates certeiros de Torres e Cejudo, aos 52 e 63.

Contudo, Benzema, aos 70 minutos, e Callejon, aos 87, garantiram que Mourinho se despedisse dos adeptos "merengues" com um vitória, perante um Estádio Santiago Bernabéu claramente divido.

Quando o nome do treinador foi mencionado nos "speakers" antes do início da partida, o estádio "encheu-se" de assobios, mas durante todo o encontro foram ouvidos cânticos a favor do português.

Com o apito final, Mourinho recebeu aplausos, apupos e até foi possível ver alguns cartazes com a palavra "obrigado", a agradecer o trabalho do técnico luso no Real Madrid.

Mourinho, que de acordo com a imprensa desportiva deverá estar a caminho do Chelsea, despede-se do Real Madrid e do campeonato espanhol como o primeiro treinador a alcançar a marca de 100 golos em três épocas diferentes.

Outras Notícias