Em atualização

Mundo do futebol chora morte de Maradona

Mundo do futebol chora morte de Maradona

Diego Armando Maradona faleceu esta quarta-feira, aos 60 anos, vítima de paragem cardiorrespiratória, e o mundo do futebol não tardou a manifestar o pesar pela morte do D10S argentino, com clubes e jogadores a utilizarem as redes sociais para expressarem a tristeza pelo adeus ao antigo craque, considerado por muito como um dos melhores futebolistas de todos os tempos.

A seleção argentina, pela qual "El Pibe" vestiu as cores como jogador e treinador, partilhou uma foto de Maradona a beijar o troféu de campeão do Mundo em 1986 com um "Até Sempre, Diego". E traduziu por palavras o que mundos amantes do desporto rei estão a pensar neste momento: "Serás Eterno em cada coração do planeta do futebol".

O Boca Juniors foi um dos primeiros a lamentar a morte da antiga estrela, acompanhando uma fotografia do jogador equipado com as cores do clube com a mensagem "Eterno obrigado. Eterno Diego.

Os espanhóis do Barcelona, primeiro clube que representou na Europa, também comentou a notícia que chocou o Mundo do futebol, agradecendo ao argentino por tudo o que fez.

PUB

"Para Sempre. Adeus Diego", acompanhado de um coração azul, foi desta forma que os italianos do Nápoles manifestaram o pesar pela morte daquele que foi a maior lenda do clube.

O treinador português José Mourinho também disse adeus ao antigo craque nas redes sociais. "Dom Diego... f******.... amigo, sinto a tua falta", escreveu o técnico do Tottenham no Intagram.

Iker Casillas, ex-jogador do Real Madrid e F. C. Porto escreveu: "Dia triste para o futebol. Morreu Maradona. Descansa em Paz génio deste desporto".

O ex-jogador do Barcelona Javier Marcherano, que foi orientado por Maradona quando este foi selecionador da argentina, agradeceu por tudo o que o antigo astro deu. "Eternamente Obrigada Diego por tudo o que nos deste!!! Descansa em paz. Ganhaste-o de sobra", diz a mensagem que partilhou nas redes sociais

Em Inglaterra, a Premier League também reagiu à morte de "D10S". "Ficamos profundamente tristes por saber do falecimento do grande jogador, Diego Maradona, um extraordinariamente talentoso futebolista que transcende o desporto. Os nossos pensamentos e sinceras condolências para a família de Diego, amigos e para os que o conheciam", salientou o organismo que gere a Liga inglesa.

O internacional português Gonçalo Paciência, do Schalke 04, lamentou a morte de Maradona, mas também a de Reinaldo Teles, dirigente do F. C. Porto que faleceu esta quarta-feira, partilhando uma foto de ambos.

"Um dos grandes futebolistas de todos os tempos morreu. Descansa em Paz, Diego", escreveram os alemães do Schalke 04.

"Um génio da sua arte. Um mestre do nosso jogo. Um dos maiores de todos os tempos", sintetizou o Chelsea na mensagem de pesar.

O Manchester City, pelo qual joga Sergio Aguero, ex-genro de Maradona, também se despediu do craque.

A Juventus despediu-se do craque argentino de uma forma muito peculiar, partilhando um vídeo de um livre executado por "D10S", que exemplifica melhor do que quaisquer palavra o que este fez no e pelo futebol. Escusado será dizer que o lance deu golo para o Nápoles.

O internacional português André Gomes, do Everton, também dedicou ao astro umas palavras de despedida: "Descansa em Paz, Génio. O Mundo do futebol jamais te esquecerá. Até sempre, Lenda"

O AC Milan reagiu à morte afirmando ter sido "uma honra defrontar" Maradona.

O agente de futebol português mais conhecido em todo o Mundo, Jorge Mendes, deixou uma mensagem de pesar no site oficial da Gestifute. "Sinto-me muito triste e desolado com o desaparecimento precoce de um ícone mundial, uma lenda eterna e incontornável do futebol, meu ídolo de criança e com quem tive o privilégio de conviver. É um dia de luto para o futebol mundial. Até sempre génio. Jamais te esqueceremos", pode ler-se na mensagem publicada.

O avançado português Fábio Martins, que atua nos sauditas do Al Shabab Saudi, lamentou não só a morte de Maradona, como de Reinaldo Teles.

Como não poderia deixar de ser, o presidente da FIFA, Gianni Infantino, também se manifestou, salientando que "este é um dia incrivelmente triste". "O nosso Diego deixou-nos. Os nossos corações - de todos nós que amávamos o que ele era, e pelo que ele representou - pararam de bater por um momento. Descansa em paz, querido Diego. Nós amamos-te!", afirmou o dirigente máximo do futebol mundial.

Por seu lado, Aleksander Ceferin, presidente da UEFA, referiu estar "profundamente triste por saber da morte de Diego Maradona, um dos maiores e das mais icónicas figuras do futebol mundial". "Ele atingiu a grandeza como um magnífico jogador com um génio e carisma próprios", acrescentou.

O antigo jogador alemão Rudi Voller, que defrontou várias vezes Maradona quer em jogos da seleção, quer dos clubes, mostrou-se bastante triste com a notícia. "A morte de Maradona dói muito. Foi alguém da minha geração, várias vezes fomos rivais, tanto nos Mundiais, como em Itália. Um jogador extraordinário. A sua morte é um grande golpe para o futebol e para a família de Diego", afirmou o ex-avançado.

O futebolista português Nani anotou ser "um dia muito triste para o futebol". "Hoje perdemos um verdadeiro génio do jogo, que eu sempre admirei e que tive o grande prazer de conhecer", escreveu no Instagram.

O internacional português Cédric Soares considerou o craque argentino como "um dos maiores de sempre".

O italiano Francesco Totti, salientou que Maradona "escreveu a história do futebol". "Adeus Diego", publicou o jogador na rede social Instagram a acompanhar uma fotografia em que surge junto do argentino.

Osvaldo Ardilles, ex-futebolista argentino, também deixou uma emocionada mensagem de despedida. "Obrigado querido Dieguito pela tua amizade, pelo teu companheirismo, pelo teu futebol sublime, incomparável. Simplesmente, o melhor jogador da história do futebol. Tantos momentos partilhados. É impossível dizer qual foi o melhor. Descansa em paz, querido amigo", escreveu no Twitter.

"Deixou-nos o Deus do futebol. Obrigado por tudo, Diego", escreveu Andrea Pirlo, treinador da Juventus e ex-internacional italiano.

O selecionador da Ucrânia, Andrei Shevchenko, enalteceu o que Maradona fez pelo desporto-rei: "Deste-me sempre as emoções e os sorrisos. Nada poderá apagar o tudo o que fizeste pelos amantes do futebol. Descansa em paz, lenda".

Ubaldo Fillol, campeão Mundial pela Argentina em 1978, despediu-se de "Pelusa", como lhe chamava, no Twitter. "Obrigado por todas as alegrias que deste aos argentinos e aos amantes do futebol. Foste o maior de todos os tempos. Será lembrado com o amor e a glória que mereces".

O antigo guarda-redes colombiano René Higuita, mostrou-se bastante emocionado com a morte de Maradona. "Escrevo esta mensagem com um nó na garganta e lágrimas nos olhos. A dor de saber esta terrível notícia. Ele foi meu ídolo, meu amigo e uma pessoa sensacional, mas guardamos grandes virtudes no coração. Boa viagem grande Diego, boa viagem ao maior da história", escreveu no Twitter.

Outro colombiano, o avançado Radamel Falcao, ex-F. C. Porto e atualmente nos turcos do Galatasaray, anotou que o legado do astro argentino se irá "manter para sempre". "Eterno. Desde muito pequeno sempre foste o meu ídolo. Recordo que passava horas a ver vídeos, os teus vídeos, com a ilusão de algum dia ser jogador profissional como tu. Quando tive a oportunidade de partilhar contigo, dei-me conta do teu grande coração", escreveu nas redes sociais.

O internacional francês Kylian Mbappé, do PSG partilhou a seguinte mensagem: "Vais ficar para sempre na história do futebol. Obrigado pelo prazer que deste a todo o mundo".

Paulo Dybala, internacional argentino que joga na Juventus, agradeceu a Maradona por tudo.

"Tu foste sempre um génio. Hoje é um dia muito triste e esta é uma grande perda. Mas tu, meu amigo, és eterno. Adeus Diego. Descansa em paz", escreveu o italiano Carlo Ancelotti, atual treinador do Everton, que partilhou os relvados com o 10 argentino como rival.

O espanhol Andrés Iniesta, também deixou uma mensagem de homenagem a Maradona: "A tua memória será eterna. Não te esqueceremos. Descansa em paz, Diego".

O internacional argentino Sergio Aguero, do Manchester City, que para além da relação jogador/treinador com Maradona partilhou também laços familiares, tendo sido casado com uma das filhas do astro, qual a qual teve um filho, escreveu no Twiter, "Nunca te vamos esquecer. Estarás sempre connosco".

O ex-jogador internacional brasileiro Ronaldinho Gaúcho também lamentou a morte de "El Pibe": "Meus sentimentos à família e a todos que amam este génio. Meu amigo, meu ídolo, meu número 10, obrigado por cada instante em sua companhia, seja em jogos ou num simples jantar".

Outras Notícias