Claque

"Não foram os Super Dragões que organizaram isto"

"Não foram os Super Dragões que organizaram isto"

O líder dos SuperDragões nega envolvimento da claque no incidente com Artur Soares Dias, árbitro nomeado para o P. Ferreira - F. C. Porto, que terá sido ameaçado de morte, esta quinta-feira, na Maia.

"Pelo que li e ouvi, isso deve ter alguma veracidade, mas não foram os SuperDragões que organizaram o que quer que seja. Quando muito, terá sido sido algum elemento da nossa claque ou qualquer adepto, descontentes com a arbitragem e com esta situação, como estão os SuperDragões, eu próprio e milhares de adeptos portistas. O importante é apelar às entidades do futebol, à Liga, à Federação, para que se acabe com esta situação, que prejudica sempre os mesmos e favorece sempre outros, ou seja, prejudica sempre o F. C. Porto e também o Sporting, como se viu em Setúbal, e favorece sempre o Benfica. Isto tem de acabar. As pessoas começam a ficar revoltadas e algo mais grave pode acontecer", disse Fernando Madureira.

"Para bem do futebol", o líder da claque portista, apela à pacificação dos estádios e das arbitragens e manifesta-se contra as supostas ameaças de morte a Artur Soares Dias. "Isso é uma situação extrema. O futebol gera paixões muitos fortes e, por isso, há que para e refletir, para o bem da indústria do futebol", acrescentou Madureira.

"A mensagem que quero passar - insistiu o líder da claque portista - é que esta situação da arbitragem tem de parar. Todos, árbitros, dirigentes, jogadores e adeptos, têm de parar para refletir e trabalhar em prol do futebol".

Madureira relativizou o incidente com o árbitro Artur Soares Dias, na Maia, mas logo observou que "o que aconteceu aqui também podem acontecer em Lisboa ou em qualquer parte do país, porque as pessoas estão revoltadas".

No preciso momento em que prestava estas declarações, ao início desta noite, às portas do Estádio Municipal da Maia, Fernando Madureira também estava na expectativa das conclusões da reunião que decorria no interior do estádio entre o presidente do Conselho de Arbitragem e alguns árbitros, entre os quais Artur Soares Dias.

E se este árbitro da A. F. Porto se recusar apitar o Paços-F.C. Porto deste sábado? "Disso não sabemos nada. Mas, se for assim, era bom que o Nuno Almeida se recusasse a apitar o jogo do Benfica em Guimarães. Toda a gente sabe que ele é o Ferrari vermelho e estão a nomeá-lo para um jogo decisivo. É altura de as pessoas pararem para refletir. Isto tem de acabar", respondeu Madureira.

Outras Notícias